Prefeitura do RS implementa atendimento por vídeo para seus serviços públicos

Prefeitura do RS implementa atendimento por vídeo para seus serviços públicos

As dificuldades geradas pela pandemia do coronavírus se prolongam e obrigam órgãos públicos a se aperfeiçoarem no atendimento à população. Os gestores ainda buscam maneiras de tornar cada vez mais próximo e eficiente o atendimento remoto aos cidadãos. Algumas prefeituras do país já avançaram na busca por meios eficientes para isso.

Em Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre, a oferta de serviços digitais foi complementada pelo atendimento com suporte em vídeo, integrado ao sistema de gestão já usado pela administração municipal. A ideia é possibilitar que o cidadão interaja “olho no olho” com o servidor público, acelerando o esclarecimento de dúvidas e tornando oferecendo um atendimento de confiança e praticidade.

Inicialmente a solução foi implantada na Secretaria Municipal da Fazenda. No órgão, há 10 fiscais tributários atendendo remotamente. Por vídeo, é possível tirar dúvidas ou encaminhar demandas sobre IPTU, ISS, ITBI e nota fiscal eletrônica. Para utilizar a ferramenta basta fazer um agendamento pela internet e acessar uma sala virtual. No atendimento por vídeo, os servidores podem verificar documentos, esclarecer dúvidas e encaminhar soluções de forma remota.

A ferramenta vem sendo testada desde julho de 2020 na Secretaria da Fazenda e já possibilitou 304 atendimentos por vídeo. Os resultados positivos levaram o município a ampliar o uso para o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT). Agora a novidade é utilizada também como auxiliar na gestão de recursos humanos da gestão pública de Gravataí.

Especializada em soluções de gestão pública digital em nuvem, a empresa catarinense IPM Sistemas atua em parceria com o poder público no projeto de vídeo atendimento. “A digitalização de processos, que já vinha ocorrendo em todo o Brasil, especialmente na iniciativa privada, ganhou muita força durante a pandemia e a tendência é acelerar ainda mais, pois todos perceberam que utilizar tecnologia pode de fato melhorar o serviço público”, observa o empresário Aldo Mees.

Gravataí é exemplo disso também em outra área. A Prefeitura lançou nos primeiros dias de dezembro um serviço de agendamento online de consultas nos serviços municipais de saúde. Via aplicativo, o cidadão pode marcar a consulta – de uma semana para a outra, como ocorre no processo tradicional -, escolher o médico, a data e o horário da consulta. Já o médico pode consultar o histórico do paciente e toda a sua agenda do dia de forma digital.

“Nós tivemos em 2019 quase 76 mil processos que foram exclusivamente digitais em Gravataí”, diz o secretário da Administração, Modernização e Transparência, Alexsandro Lima Viera. Segundo ele, a manutenção de estruturas adequadas para trabalho remoto durante a pandemia garantiu segurança aos servidores e gerou até ganhos de eficiência. Nos últimos meses, diz, a Secretaria da Fazenda e a Procuradoria do município zeraram a fila de expedientes e processos que estavam pendentes nos dois órgãos.

Comments are closed