boostLAB, do BTG Pactual, abre inscrições para nova rodada de seu programa de potencialização de startups

boostLAB, do BTG Pactual, abre inscrições para nova rodada de seu programa de potencialização de startups

O boostLAB, Hub de negócios para empresas tech do BTG Pactual (BPAC11), maior banco de investimentos da América Latina, anuncia a abertura de inscrições para a sétima edição de seu programa de potencialização de startups em nível avançado, as chamadas Scale-ups. As inscrições vão até o dia 5 de fevereiro e podem ser feitas pelo site www.boostlab.com.br. Serão selecionadas de cinco a dez startups, que seguirão no programa pelo período de cinco meses.

Lançado em 2018, o programa do boostLAB tem o objetivo de acelerar a criação de valor para startups e apoiar os empreendedores, aproximando-os do mercado financeiro e do acesso a capital. O programa conta com a dedicação integral de um sócio do BTG Pactual, acompanhamento por membros de seu comitê executivo, mentoria de sócios do banco e de executivos de destaque no mercado, além da metodologia da ACE, uma das maiores empresas de inovação corporativa da América Latina.

Desde sua criação, o programa já recebeu mais de 1000 inscrições e potencializou 44 startups, sendo que 70% delas tiveram negócios realizados com o grupo. Além disso, seis empresas potencializadas posteriormente receberam investimentos do BTG Pactual: Agronow, Finpass, Liber Capital, Digesto, Pier e Celcoin.

“Olhamos sempre para banking related services, mas não necessariamente fintechs. A ideia é sempre poder investir em alguma tese que ajude o banco ou uma de nossas áreas a poder acelerar e potencializar os seus processos”, afirma Frederico Pompeu, sócio do BTG Pactual responsável pelo boostLAB. Pompeu menciona também o crescimento no número de interessados em participar. No último programa, foram 425 startups inscritas, 25% a mais do que na rodada anterior.

O CEO do BTG Pactual, Roberto Sallouti, destaca que é muito gratificante acompanhar os resultados de um programa que começou como um potencializador e hoje se tornou um hub de negócios de tecnologia do BTG Pactual. “O boostLAB foi uma forma que encontramos de estimular o empreendedorismo e prestigiar pessoas que estavam criando tecnologias disruptivas e novos modelos de negócios”, afirma.

Albert Morales, General Manager na Belvo, startup que participou da sexta rodada do programa de potencialização, cita algumas das oportunidades geradas pelo projeto. “Tivemos mentorias exclusivas com talentos em todas as frentes necessárias: marketing, produto, go-to-market, fundraising etc. O BTG Pactual também sempre ficou à disposição para oferecer recursos internos que facilitassem nossas operações no Brasil”, conta. De origem espanhola, a Belvo foi a primeira startup de fora do país a participar do programa.

Para Pablo Augusto, Co-founder e CEO da iClubs, outra startup que participou do Batch #6, a experiência foi extremamente positiva. “Além das mentorias que nos ajudaram muito a evoluir o nosso produto e o nosso modelo de negócio, a visibilidade e as conexões proporcionadas pelo BTG Pactual e pela ACE abriram muitas portas para novos clientes e parceiros estratégicos”, comenta.

Já Vinicius Flores, CEO da Redecompras, considera que a participação foi um marco para a história da startup. “Por meio de todas as mentorias oferecidas, efetuamos diversas ações de melhorias que nos proporcionaram uma nova estratégia e um novo conceito para a empresa. O boostLAB teve um impacto direto no andamento dos nossos negócios, com a reformulação de algumas áreas internas”, destaca.

Entre os temas prioritários para o #batch7, o boostLAB busca principalmente soluções de fintechs (como crédito, financiamento, investimentos e PFM) analytics, machine learning, real estate, big data, legaltechs, insurtechs, blockchain, entre outras. Para poder participar do programa de potencialização, é importante que as Scale-ups tenham ao menos dois sócios com dedicação exclusiva, produto pronto, tração e vendas recorrentes para resolver problemas reais, de forma escalável.

Em 2020, o boostLAB foi premiado pelo segundo ano consecutivo como um dos melhores centros de inovação financeira (Best Financial Innovation Labs) do mundo pelo The Innovators 2020, da revista Global Finance. O prêmio, que está em sua oitava edição, busca reconhecer entidades que regularmente identificam novos caminhos e projetam novas ferramentas para o mercado financeiro. Esse foi o segundo ano em que o prêmio elegeu os melhores laboratórios de inovação financeira do mundo, sendo o boostLAB o único centro do Brasil a figurar na lista.

Com o avanço da nova unidade digital de varejo (DRU – Digital Retail Unit), o lançamento do BTG+, banco de varejo transacional completo, e também o BTG+ business, plataforma digital de soluções para pequenas e médias empresas, o boostLAB busca cada vez mais soluções que tenham sinergia com os negócios do Banco.

Para inscrições e mais informações: www.boostlab.com.br.

Comments are closed