Pulse anuncia sete novas startups com foco em soluções de impacto socioambiental

Pulse anuncia sete novas startups com foco em soluções de impacto socioambiental

O Pulse, hub de inovação da Raízen, empresa integrada de energia e licenciada da marca Shell no Brasil, selecionou sete novas startups para desenvolverem soluções aos desafios da companhia. O objetivo é apoiar soluções de impacto para os compromissos sustentáveis assumidos pela empresa a serem cumpridos até 2030. O processo de seleção envolveu a aplicação de mais de 110 empresas e entrevistas com time do hub, em que as empresas foram escolhidas por meio de pitches realizados de maneira virtual. As startups atuam em áreas como eficiência energética, controle de pragas, monitoramento e análise de imagens de satélite, produção de insumos biológicos, centrais de atendimento emergenciais e auxílio aos indicadores de sustentabilidade.

Os compromissos públicos assumidos pela Raízen estão atrelados a 14 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, e serão os pilares que irão direcionar as estratégias e as ações da companhia. A expectativa é que as startups escolhidas possam contribuir para uma jornada de boas práticas e atividades em campo.

As startups foram selecionadas de acordo com os desafios propostos pelo edital nas seguintes dimensões:

• Mudanças Climáticas e Transição Energética: Green Fuel, de São Paulo – atua com sistema de eficiência energética para motores automotivos movidos a diesel;
• Uso da Terra: Sardrones, de Campinas/SP – tem solução para liberação de agentes biológicos via drones para controle de pragas; Terra Magna, de Ribeirão Preto/SP – trabalha com monitoramento via satélite, análise por inteligência artificial e cruzamento de dados;
• Cana-de-açúcar sustentável: EOS Crop Monitoring, da Califórnia/EUA – atua com análise de imagens via satélite de alta qualidade para geração de mapas com índice de vegetação do solo, índice de cobertura vegetal, dados climáticos, controle da umidade do solo, etc.; Solubio, de Gurupi/TO – conta com solução para produção de insumos biológicos no campo em larga escala;
• Ética e Compliance Socioambiental: HTS, de Belo Horizonte/MG – atua com uma plataforma SaaS para indicadores de sustentabilidade, tomada de decisão e certificações internacionais;
• Direitos Humanos: Nearbee, de Campinas/SP – desenvolve aplicativos para situações emergenciais, tais como: primeiros socorros, situações de assédio e monitoramento de prevenção para a Covid-19.

De acordo com Ricardo Campo, coordenador de inovação da Raízen e gestor do Pulse, o movimento faz parte da estratégia de impulsionar o ecossistema de inovação pensando nos desafios do futuro. “Nosso papel como hub é de gerar conexões com o ecossistema de inovação, mas também de trazer soluções de impacto para a Raízen e para o setor em que estamos inseridos. Promover o desenvolvimento sustentável e apoiar startups que estão focadas nessa frente é algo que trará benefícios para toda a cadeia produtiva”, conclui Campo.

Já para o gerente de Sustentabilidade da Raízen, André Valente, está será uma oportunidade de escalar soluções cada vez mais inovadoras e sustentáveis para o negócio e para toda a sociedade. “Nós temos clareza de que, para atingir nossos compromissos e solidificar a estratégia de sustentabilidade da Raízen, precisamos ir além das intenções. Foi isso que nos motivou a lançar o edital. Tínhamos segurança de que o ambiente da inovação socioambiental era fértil, e confirmamos isso com o grande volume de ótimas soluções que apareceram. Se viabilizarmos essas ideias, o impacto positivo vai muito além dos compromissos somente da Raízen, é um valor gerado para a sociedade”, afirma.

Atualmente, o Pulse já colabora diretamente com o desenvolvimento de um grupo de mais de 38 startups parceiras e, nos últimos anos, possibilitou que mais de 54 projetos pilotos fossem testados dentro da Raízen. Com sede no Agtech Valley, o Vale do Silício Piracicaba (SP), o hub apoia empresas em diversos estágios de desenvolvimento e, respeitando as regras de isolamento social em decorrência da pandemia de COVID-19, vem desenvolvendo interações com empresas, universidades, executivos e investidores de maneira remota. O edital da companhia contou com apoio institucional da Endeavor, SP Ventures, Thought for Food e Abstartups.

Comments are closed