Dalca Brasil promove circuito de OpenHouse mostrando vantagens da automação industrial

Dalca Brasil promove circuito de OpenHouse mostrando vantagens da automação industrial

Foto: Matheus Foleto

A Dalca Brasil abre as portas de sua sede, em Bento Gonçalves, para mostrar às empresas da região como ocorre o processo de automação industrial e que ganhos reais decorrem desse investimento no sistema produtivo. Essa é a proposta do circuito de ações de relacionamento e prospecção do tipo Open House – sete encontros que iniciam em dezembro e seguem ao longo de 2021, com visitas temáticas, organizadas conforme o segmento de atuação dos parceiros.

O primeiro deles é direcionado aos empresários metalúrgicos do ramo da fundição (rebarbação de peças fundidas), que ocorre ainda neste mês. Atualmente, o setor metalmecânico responde por 26% do faturamento da Dalca Brasil. O volume de negócios envolvendo o desenvolvimento de projetos de automação assinados pela empresa para parceiros do setor cresceu 100% nos últimos dois anos.

No primeiro trimestre de 2021, as visitas são específicas para os setores saneantes e alimentício (encaixotamento e paletização de flow packs); de bebidas (paletização/despaletização de garrafas) e de móveis (paletização de caixas). Depois é a vez das indústrias que trabalham com encaixotamento de snacks, paletização de sacaria e lixamento robótico, com agendas que ocorrerão no segundo trimestre do próximo ano.

Na programação, os convidados poderão conhecer cases protagonizados pela Dalca Brasil no desenvolvimento de soluções personalizadas em robótica para as necessidades específicas de determinada empresa – e entender com a automação melhorou os resultados para esses parceiros. “Precisamos trabalhar a cultura da automação nas indústrias nacionais para demover o Brasil da base do ranking mundial de robotização, que se traduz inevitavelmente na perda global de competitividade”, explica o CEO da Dalca Brasil, Bruno Dal Fré.

Diversos estudos e pesquisas são unânimes em retratar o atraso do Brasil na questão da automação industrial. Enquanto a média mundial de robôs instalados em chão de fábrica é de 113 para cada 10 mil trabalhadores, no Brasil esse número é de apenas 12, segundo a Federação Internacional de Robótica (IFR), com sede na Alemanha.

Comments are closed