Black Friday: levantamento da PROTESTE ajuda consumidor a não cair em armadilhas

Na Black Friday, muitos consumidores estão aguardando oportunidades de compra com descontos reais. Porém, nem sempre isso acontece, pois muitas lojas fazem, antecipadamente, uma maquiagem nos preços, fazendo com que seus produtos pareçam verdadeiras promoções.

Para evitar armadilhas deste tipo, no período de janeiro a novembro, a PROTESTE acompanhou preços de algumas categorias de produtos, que estão entre os mais buscados pelos consumidores na internet, de acordo com dados do Google.

O consumidor também pode contar com a ajuda da associação para pesquisar outros itens de seu interesse, instalando em seu navegador a ferramenta Mais Barato , um comparador de preços exclusivo da PROTESTE.

O estudo considerou o histórico de preços de 42 lojas, para seis categorias – geladeira, máquina de lavar, micro-ondas, smartphones, televisão e ventilador. Acompanhe os resultados do levantamento e escolha com sabedoria. Além disso, em todos os casos, confira antes da transação o valor do frete!

Smartphones

Samsung S10 Plus 128GB: os preços, no período, oscilaram entre R﹩ 2.439 e R﹩ 5.899, o que significa uma variação de 141,86%. Na análise da PROTESTE, o produto só vale a pena na Black Friday se for vendido pelo valor de R﹩2.439 ou menor.

iPhone XR de 128 GB: assim como os outros iPhones, o produto apresentou um aumento do preço mínimo ao longo do tempo, provavelmente devido à alta do dólar. O preço online mínimo foi R﹩ 2.903 (em 27/03), enquanto o máximo foi de R﹩ 5.608,98 (7/11), uma variação de 93,21%. Encontrar o produto abaixo de R﹩ 3.000 vai ser bastante improvável, mesmo na Black Friday, pois em novembro o menor preço mínimo encontrado foi de R﹩ 3.678,99. Sendo assim, valores próximos de R﹩ 3.000 podem ser uma boa oferta para esse produto. Vale lembrar que o aparelho pode vir sem fone de ouvido e carregador, conforme a nova estratégia da Apple.

iPhone 11 de 64GB: o preço online mínimo foi R﹩ 3.499 (09/07), enquanto o máximo foi R﹩ 6.599 (30/10). A variação encontrada foi de 88,59 %. Com o aumento do dólar e o reajuste da Apple, vai ser difícil achar esse produto abaixo de R﹩ 4.000 – que também pode vir sem fone e carregador.

Motorola G8 Power: o preço online mínimo foi R﹩ 1.143,12 (26/03) e o máximo, R﹩ 2.199 (15/09), com variação de 92,36%.

Samsung Galaxy A31: o preço online mínimo encontrado foi de R﹩ 1.100 (12/11), enquanto o maior preço encontrado foi de R﹩ 2.399, em diversas datas (variação de 118,09%). Como houve queda em novembro, a PROTESTE considera que o aparelho pode chegar a esse valor de novo na Black Friday.

LG K41S: com variação de 138,25%, os preços do aparelho variaram entre R﹩ 839 e R﹩ 1.999. O preço mínimo desse celular teve um queda no mês de outubro e tem permanecido com esse preço de R﹩ 839 até então. Esse produto valerá a pena na Black Friday caso venha com alguma promoção que seja abaixo desse valor.

Televisores

LG OLED65E9PSA: apresentou diferença de 111,77% se comprarmos o preço mínimo de R﹩ 8.499,20 (09/08) com R﹩ 17.999, na mesma data, em outro site online. No final de outubro e no mês de novembro esse modelo tem se mantido no preço mínimo entre R﹩ 9.299 e R﹩ 9.499. Para valer a pena na Black Friday, o preço teria que ser de R﹩ 8.499,20 ou menor.

TV Samsung UN55RU7100G: apresentou aumento gradual do preço mínimo e médio ao longo do período. No início de janeiro, o preço mínimo dela era R﹩ 2.199, tendo chegado a R﹩ 2.999 em 15/11. Esse produto pode acabar gerando uma falsa sensação de promoção caso ele tenha uma oferta que seja maior que R﹩ 2.199.

LG 65SM8600PSA: o aparelho apresentou, no ano, um preço mínimo de R﹩ 4.499,99 (18/10) e o preço máximo de R﹩12.318,40 (variação de 173,74% no período). Foi possível identificar uma estabilização do preço mínimo nos meses de outubro e novembro no valor de R﹩ 4.899,99. Porém, a compra só pode ser considerada promoção de Black Friday com valores iguais ou abaixo de R﹩ 4.499.

UN43TU7000: o modelo faz parte da nova linha de TVs da Samsung e, por isso, é perceptível a queda do preço ao longo do tempo até se ajustar em um valor. O menor preço registrado em 2020 foi de R﹩1.844,10 (05/10) e o maior foi de R﹩ 2.899 (31/08 e em boa parte de setembro). O melhor valor para comprar desse produto na Black Friday é de R﹩1.844,10 ou menos.

Panasonic TC-32FS500B: o aparelho pode ser mais um modelo com potencial problema na Black Friday. O valor mínimo da TV era R﹩ 742,90 em janeiro e permaneceu assim pelo mês todo. O preço mínimo foi aumentando ao longo do ano até chegar em R﹩ 1.059, no fim de novembro. A variação do dólar pode ter influenciado, assim como a pandemia. Para ser uma boa promoção na Black Friday, seria importante esse modelo ter preços iguais ou mais baixos que R﹩742,90.

Micro-ondas

Brastemp BMS45: nos dois primeiros meses do ano, o preço mínimo era de R﹩ 396,90, mas a partir do dia 20/03 houve aumento. Atualmente, o preço médio deste produto é de R﹩ 573,90, portanto um valor promocional ideal seria abaixo de R﹩ 400, que representaria um desconto de 30% em relação ao preço médio.

MS3052R da LG: o preço médio deste modelo é de R﹩ 474,43. Ele teve um aumento do preço mínimo no dia 01/07, saindo de R﹩ 340 para R﹩ 499, o que pode ter sido influência do dólar alto. Porém, na última semana de pesquisa de novembro, o preço mínimo foi para R﹩ 409, o menor desde 21/07. Assim, uma oferta abaixo dos R﹩ 400 é uma boa oportunidade.

Brastemp BMJ38: o menor preço encontrado deste produto foi de R﹩ 599, enquanto o maior preço foi de R﹩ 1.369, uma diferença absoluta de R﹩ 770 – com este valor, poderia ser possível adquirir dois modelos. Um bom valor para adquirir esse modelo é abaixo de R﹩ 599.

Consul CM020: ao longo do período pesquisado, houve variação de preço de 189%, com o preço mínimo no valor de R﹩ 229,90; porém, o valor ideal para este produto na Black Friday é R﹩ 339, pois o preço médio subiu bastante desde março.

Consul CMS45: o valor médio é de R﹩ 531,25, sendo que o menor preço encontrado foi em janeiro (R﹩ 350,10) – valor considerado como ideal pela PROTESTE para compra na Black Friday, pois os preços aumentaram cerca de 33%.

Geladeiras

TF56, da Electrolux: o produto apresentou um preço online mínimo no valor de R﹩ 2.429,10 (25/09), enquanto o maior foi de R﹩ 4.836,90, uma variação de 99%. Por isso, é muito importante o consumidor pesquisar bastante antes de comprar. Neste caso, uma boa oferta seria abaixo de R﹩ 2.429,10.

Brastemp BRE80: o modelo apresentou um preço médio de R﹩ R﹩ 3.930,42, no ano. O preço mínimo encontrado para este modelo foi R﹩ 2.849,05, o que significa que o consumidor pode fazer uma boa compra, caso o preço seja inferior ou igual a este valor.

Electrolux DB53: o menor preço encontrado foi de R﹩ 2.699,10 e o maior, R﹩ 5.567,84, ou seja, uma economia de R﹩ 2.868,74, o que equivale uma variação de 106%. Com a diferença, o consumidor poderia comprar duas geladeiras, ao invés de uma, mostrando a importância de realizar uma ampla pesquisa antes de adquirir um produto.

Consul CRM51: o menor preço encontrado foi de R﹩ 1.619, e o maior, R﹩ 4.541,80 (com média de R﹩2.475,46). Para a PROTESTE, uma boa oferta de Black Friday seria no intervalo entre R﹩ 1.600 e R﹩1.800, sendo considerado como valor ideal abaixo de R﹩ 1.619.

Electrolux TF55: foram encontrados no dia 26/10 preços on-line de R﹩ 2.260,05 a R﹩ 3.499,90, uma variação de 55%. O preço considerado pela PROTESTE como uma grande oportunidade seria abaixo ou próximo do valor de R﹩ 1.899.

Brastemp BRM57AB: o preço médio encontrado no período foi R﹩ 3.411,44, apesar de, no intervalo entre 12 e 17/11/2020, o valor tenha sido de R﹩ 2.969,10, uma redução somente nesta semana de R﹩ 442,34, o que pode indicar a antecipação da Black Friday. Para a PROTESTE, uma boa oportunidade de compra é um valor abaixo de R﹩ 2.500.

Ventiladores

Arno Silence VF 40: de setembro a novembro, o preço médio saltou de R﹩ 169 para R﹩ 216, um aumento de 28%. Segundo a PROTESTE, o consumidor deve estar atento às promoções da Black Friday deste modelo, pois mesmo com o aumento dos últimos meses é possível encontrá-lo na faixa de R﹩ 150,00 a R﹩ 160,00.

Arno VF 55: houve um aumento do preço mínimo, que era de R﹩ 159 no começo do ano para R﹩ 197,91, em novembro, ou seja, 24,47%. Assim, uma boa compra não pode ser superior a R﹩ 197,91.

Britânia Mega Turbo 40 Six: não foram encontradas diferenças significativas durante o levantamento. Porém, é preciso pesquisar. Em 17/11, o menor valor encontrado foi de R﹩ 103 e o maior foi R﹩ 329, ou seja, uma diferença R﹩ 226. Assim, promoções com este produto deve levar em consideração o valor de R﹩ 103.

Britânia Ventus 40: apesar de um aumento do preço médio do começo de setembro ao final de outubro, passando de R﹩ 107 para R﹩ 137, em novembro o preço médio se estabilizou em um valor um pouco menor, R﹩ 124,00, o que pode indicar que não haverá grandes surpresas com este modelo. No dia 17/11, ele foi encontrado por R﹩ 85,00 (preço mínimo). Assim, o consumidor deve pagar no máximo este valor para uma boa compra.

Ventilador de mesa Mondial NV15: o aparelho teve o preço médio subindo desde junho, de forma constante, até atingir seu pico em novembro. Saiu de um patamar de R﹩ 79 (23/06) para R﹩ 100. O valor máximo saiu de R﹩ 114, em janeiro, para R﹩ 229 (03/11). O consumidor deve estar atento, pois foram encontrados preços abaixo de R﹩ 70,00 durante o mês de novembro até o dia 17 e que deve servir de referência máxima para uma promoção.

Philco Master Power ZES 40: foi notado um aumento significativo do preço médio de R﹩ 117, para R﹩ 190 (17/11), ou seja 62%. Para a PROTESTE, o patamar máximo ideal é R﹩ 104, preço mínimo em 17/11.

Máquinas de lavar

Brastemp BWD15: de setembro a novembro houve queda do valor do preço médio, saindo de R﹩ 3.269 para R﹩ 2.835, ou seja, 13% de diferença. O valor mínimo encontrado no dia 01/01 foi R﹩ 1.997, e em 17/11 foi R﹩ 2.469. Assim, o consumidor não deve ter surpresas com promoções envolvendo este modelo.

Brastemp BWJ09: o modelo apresentou preços mínimos (entre R﹩ 1.200 e R﹩ 1.400) e médios (R﹩ 1.500) bem constantes desde julho. Para a PROTESTE, R﹩ 1.200 é o patamar máximo para uma promoção.

Consul CWL16: O preço mínimo no início do ano (04/01), no valor de R﹩ 1.809, é um pouco maior do que o encontrado em 17/11, R﹩ 1.754. O preço máximo também não é tão diferente entre o começo e o fim do ano, variando entre R﹩ 1.300 e R﹩ 1.430. Assim, na Black Friday deve ser menor que R﹩ 1.754.

Electrolux LAC09: o modelo apresentou uma queda do preço médio entre julho e novembro, saindo de R﹩ 1.499 para R﹩ 1.294. Desde então, o preço tem apresentado queda. Assim, o consumidor deve ter como referência o preço de R﹩ 1.128 como valor máximo promocional na Black Friday.

Electrolux LAC11: a máquina também apresentou os seus preços mínimos e médios sem grandes alterações de julho em diante, ou seja, não foi identificado um aumento de preço que indique alguma estratégia para Black Friday. Como referência para a Black Friday, no dia 03/11 este modelo foi encontrado por R﹩ 1.286, que deve ser o valor máximo para uma boa compra.

Samsung WD 6000: também não apresentou diferença de preços mínimos e médios de julho em diante. Apesar disso, o menor valor encontrado para o produto foi R﹩ 2.700 (09/01), sendo R﹩ 1.190 mais barato que em 17/11. Assim, o preço máximo para uma boa compra é de R﹩ 3.390.

Confira a pesquisa completa no site da PROTESTE: www.proteste.org.br

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.