Os planos das empresas para um retorno presencial ao trabalho

Os planos das empresas para um retorno presencial ao trabalho

As empresas brasileiras estão se preparando para o retorno gradual das atividades presenciais no trabalho, com iniciativas que têm o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores e evitar riscos de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19).

Pesquisa nacional realizada pela Mercer Marsh Benefícios, consultoria especializada em gestão de saúde e benefícios, revela que 75% das empresas já mapearam quais são os funcionários que estão no grupo de riscos. Para evitar a contaminação, as companhias pretendem adotar alguma ação específica em relação aos colaboradores que se enquadram neste grupo. Entre as ações, 93% analisam a manutenção do trabalho remoto.

Em relação aos critérios utilizados para identificar os funcionários elegíveis para o retorno parcial, 46% vão priorizar funcionários sem familiares que estão no grupo de riscos de contaminação pelo vírus e 38% os colaboradores sem histórico da doença.

Participaram do levantamento online 253 empresas no Brasil multinacionais e nacionais de grande e médio portes. Do total de participantes, 87% são do Sudeste, 8% estão no Sul, 3% no Centro-Oeste e 2% no Nordeste. A coleta e análise dos dados foi realizada de 4 a 12 de maio deste ano. A pesquisa foi produzida em parceria com a Mercer, líder global de consultoria em carreira, saúde, previdência e investimentos.

“É extremamente importante neste momento mapear os riscos individuais, e analisar também o ambiente familiar, para entender as diferentes situações e realidade entre os funcionários para definição da estratégia de retorno das atividades ao ambiente de trabalho”, afirma Mariana Dias Lucon, diretora de produtos e consultoria da Mercer Marsh Benefícios.

Limpeza e desinfecção

Para garantir a limpeza e a desinfecção do ambiente, 98% reforçarão a limpeza nos locais que estão mais expostos ao toque das mãos e disponibilizar álcool em gel em todos ambientes e 76% farão limpezas antes e depois dos turnos das estações de trabalho. Outro grupo (60%) fará melhorias das condições de ventilação e sistemas de ar condicionado e ainda reforçará medidas de higienes das mãos.

Estratégias para garantir o distanciamento entre os colaboradores

Adicionalmente, o levantamento revela quais as medidas para garantir o distanciamento social no ambiente de trabalho: 76% vão alternar os dias de trabalho presencial entre funcionários e 74% estudam a possibilidade de teletrabalho por um período maior ou por prazo indeterminado.

E ainda, mais de 60% instalará placas e marcadores para reforçar o distanciamento entre as pessoas, modificar layouts de ambientes comuns como cafés e refeitórios, e dos escritórios e áreas de produção.

Comments are closed