Diversidade em conselhos é fundamental para sucesso das empresas, diz chairman global da Microsoft no 21º Congresso do IBGC

Diversidade em conselhos é fundamental para sucesso das empresas, diz chairman global da Microsoft no 21º Congresso do IBGC

O relato pessoal de uma história de sucesso e inclusão, e a visão de liderança do chairman de uma das maiores empresas do mundo. Foi esse o resumo do painel de abertura do 21º Congresso IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), que aconteceu na noite desta terça-feira (3). O presidente do conselho de administração da Microsoft, John W. Thompson, falou sobre como as mudanças culturais devem resultar em novos posicionamentos das organizações e sobre a necessidade de as corporações serem mais inclusivas em todos os âmbitos, não apenas na dimensão racial ou de gênero.

“Acredito que a diversidade representa a base de consumidores e, consequentemente, de oportunidades. Se não temos uma equipe de colaboradores e um conselho diverso, então não conseguimos atender as demandas e entender as respectivas necessidades”, declarou Thompson, que também é sócio da Lightspeed Venture Partners. A conversa foi conduzida pelo presidente do conselho de administração do IBGC, Henrique Luz.

O executivo contou que quando buscava um novo CEO para a Microsoft, o conselho da empresa identificou alguns aspectos fundamentais de mudança. O primeiro era necessidade de uma estratégia de recuperação para a empresa e o segundo, urgência de uma transformação cultural. “Sabíamos que precisávamos dessa transformação. Precisávamos de uma nova corporação, inovadora, inclusiva e diversa”, disse Thompson sobre o processo que culminou com a escolha do indiano Satya Nadella, que comandava o setor de computação em nuvem da companhia, para suceder o presidente executivo, Steve Ballmer. “Por isso, atualmente focamos em nossas ideias e em como colocá-las em prática. Hoje, temos cinco mulheres em nosso conselho, antes eram apenas três. Conseguimos nos tornar mais diversos, não apenas em gênero e raça”, relatou.

Enquanto representante de conselho de uma das maiores empresas de tecnologias do mundo, Thompson ressaltou que o papel desses membros é permitir que a empresa evolua e quanto mais diversos forem, conseguem mais assertividade nas ações: “A governança é fundamental para montar esses conselhos e permitir esse crescimento”.

Transformação digital

O presidente do conselho de administração da Microsoft acredita que toda empresa, independentemente do ramo de atuação, será uma empresa de tecnologia em um futuro próximo. Para ele, a pandemia acelerou muitos processos e mostrou como a preparação para os diferentes cenários impacta nos resultados financeiros das corporações. Nos últimos dois anos, três novos membros ingressaram no conselho da Microsoft e com a pandemia de Covid-19 percebeu-se como é possível mudar os processos e a inclusão desses novos membros. A tecnologia ajudou a vislumbrar essas novas possibilidades e como aprimorar as metodologias.

“Esse é o momento em que as velhas empresas podem repensar onde estão e para onde vão, e as novas podem crescer e aproveitar as oportunidades que surgem. Sem criatividade e reinvenção não vamos sobreviver”, afirmou Thompson.

25 anos da governança corporativa no Brasil

A conversa com John W. Thompson aconteceu durante abertura oficial do 21º Congresso IBGC, cuja programação vai até 27 de novembro. Ao longo de todo o mês de novembro, ocorrerão ciclos de palestras com temáticas semanais, divididas em: Conselhos em transformação; ASG – Desafios e Oportunidades; Evolução da Governança – Um olhar para o futuro; e Governança ao Redor do Mundo.

“Somente conseguiremos aprimorar as práticas adotadas e a regulação brasileira se trabalharmos juntos, tendo como principal objetivo a construção de uma sociedade melhor. Cada um de nós, que vivenciamos a evolução da governança nesses últimos 25 anos, temos histórias que influenciaram e transformaram, para melhor, as empresas que atuam no país e, consequentemente, nossa comunidade”, declarou Henrique Luz, presidente do conselho de administração do IBGC.

O Congresso deste ano é a primeira edição 100% digital, com público recorde de 1.200 participantes e tem um significado especial, pois marca o aniversário de 25 anos do IBGC. “Iniciamos o ano com o desafio de colocar o Instituto em direção à transformação digital, que, agora, caminha a passos largos para mais investimentos em tecnologias inovadoras que possibilitem a construção da melhor experiência aos associados e estudantes”, relatou Luz. “25 anos depois, o IBGC se tornou o principal centro de reflexão, educação e influência sobre governança corporativa no país”, concluiu.

21º Congresso IBGC
Quando: 3 a 27 de novembro
Onde: Plataforma Virtual Congresso IBGC

CONSELHOS EM TRANSFORMAÇÃO
06/11 – 8H30 ÀS 15H – Sessões Plenárias
ESG DESAFIOS E OPORTUNIDADES
13/11 – 8H30 ÀS 15H – Sessões Plenárias
EVOLUÇÃO DA GOVERNANÇA – UM OLHAR PARA O FUTURO
19/11 – 8H30 ÀS 15H – Sessões Plenárias
GOVERNANÇA AO REDOR DO MUNDO
27/11 – 8H30 ÀS 13H – Sessões Plenárias

Para conferir a programação completa, basta acessar: http://ibgc.org.br/congresso

Comments are closed