O impacto da pandemia no setor bancário

O impacto da pandemia no setor bancário

A EY divulga hoje o estudo “Performance do Setor Bancário”, que traz um panorama sobre os impactos da pandemia no Setor Financeiro, bem como uma breve análise sobre a chegada do PIX ao mercado.

Assim como todos os setores da economia, com o advento da quarentena causada pelo novo coronavírus, os bancos precisaram responder de forma rápida e decisiva transformando da noite para o dia grande parte de suas operações. Em paralelo, tiveram que intensificar também sua atuação como peça chave para a sociedade no que tange à manutenção de parte da economia, com concessão, renovação e renegociação de créditos – sobretudo no segmento corporativo – e o apoio à recuperação econômica.

Desta forma, A pandemia da COVID-19 acabou impactando de forma drástica a geração de resultados do setor por meio do impulsionamento das perdas com empréstimos – vale ressaltar que o Brasil está entre os piores países em termo de recuperação de crédito, com apenas 13% recuperados, frente a 34% da média mundial. Diante deste cenário, muitos bancos anunciaram redução de despesas, com o objetivo de acelerar o encerramento de agências, e a evolução de suas plataformas digitais. O movimento segue a tendência de comportamento do consumidor, onde 50% afirmam que irão interagir mais com os bancos de forma online e digital.

O estudo na íntegra com todo o panorama do setor bancário segue em anexo. Caso tenha interesse em conversar com um especialista no assunto, Rui Cabral, Sócio-líder de Risco e Finanças para o Setor Financeiro da EY, está disponível para entrevistas.

Comments are closed