Gigante do varejo catarinense, Koerich aposta no mercado financeiro digital

Gigante do varejo catarinense, Koerich aposta no mercado financeiro digital

O Koerich, que figura entre as maiores varejistas de Santa Catarina, lança no mercado o primeiro aplicativo financeiro do varejo catarinense. O Konta traz a confiança do cartão de crédito Koerich, com o mais novo app financeiro do mercado. “O Konta é uma verdadeira revolução na prestação de serviços para os nossos clientes. É o primeiro, e único, aplicativo financeiro de uma rede de varejo catarinense”, explica o diretor comercial, Ronaldo Koerich.

Inicialmente, o app estará disponível para a base de clientes da empresa, que possuem o cartão de crédito do Koerich. “Trabalhamos durante um ano no KLAB, nosso laboratório de inovação que está inserido no ecossistema de inovação de Santa Catarina. Para o desenvolvimento do Konta, realizamos um mapeamento de processo dentro das nossas lojas, e sentimos a necessidade de trazer ainda mais empoderamento ao nosso cliente. Assim, nasceu o Konta, um aplicativo totalmente intuitivo, onde o cliente pode acessar suas informações financeiras na palma da mão”, explica Ronaldo.

No Konta, o cliente pode visualizar o seu saldo, o extrato das compras, suas próximas faturas, realizar pagamentos, solicitar saques e empréstimos e realizar a retirada nas lojas. É mais um passo no processo de integração dos canais do Koerich, é loja, site e app, fazendo com que o cliente tenha uma maior experiência com a marca. Com o Konta o cliente pode escolher seu produto, acionar seu vendedor e realizar todo o processo de compra, desde a escolha do produto até o pagamento, totalmente de forma online, sem precisar ir até a loja, toda operação em conjunto. “O Konta é cartão de crédito, é aplicativo, é físico, é digital, é escolha, é facilidade. O Konta é o novo, nele o cliente faz uma compra, ele paga uma conta, é dinheiro na conta, na hora e sem burocracia. E mais, é sem anuidade e sem taxas”, justifica o diretor comercial do Koerich.

Essa migração para o ambiente digital vem com o direcionamento da empresa em investir em todos os canais para que o cliente possa decidir onde comprar, ampliando o processo de experiência do consumidor. A digitalização dos serviços financeiros do Koerich iniciou em 2015 quando a empresa completou 60 anos, lançou seu cartão de crédito com bandeira própria. Nestes últimos anos, ampliou seu relacionamento com startups e investiu no desenvolvimento de processos tecnológicos para, com suporte financeiro da Kredilig, entrar no universo das finchtecs. “Nosso objetivo é, cada vez mais, oferecer facilidades aos clientes, independente de vender mercadorias, um processo de evolução da empresa, uma experiência construída com base em nosso DNA”, comenta Koerich.

Quando questionado sobre qual o limite do projeto e a perspectiva de ampliação do universo de clientes, Ronaldo é categórico. “Nossa evolução depende do tamanho dos nossos sonhos. Nosso projeto é maior, global, caminha na direção de um banco digital, o banco da nossa gente, feito e pensado para as necessidades dos catarinenses, mas, que a médio prazo, também estará à disposição de todos os brasileiros.

O app já está disponível para download, gratuitamente, para android e ios. O aplicativo do Koerich foi criado no KLAB e desenvolvido em parceria com a Evoluum, startup especializada em soluções em TI. A Parceria entre as empresas aconteceu por meio do LinkLab, programa de inovação aberta da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) que conecta startups a grandes e médias empresas. O Koerich é uma das corporates patrocinadoras do programa.

Marcelo de Souza Vieira, CTO da Evoluum, explica que o Koerich tinha o desafio de construir um aplicativo que permitisse ao cliente Koerich o primeiro contato com “era digital”, ele precisa ser simples,  e ao mesmo tempo, fazendo com que o cliente tivesse um canal de comunicação único e completo. Para isso, buscava parceiros que pudessem ajudar na execução do projeto. “Montamos um time com profissionais do KLab e a da Evoluum para desenvolver o produto, focando no processo de desenvolvimento colaborativo”.

Comments are closed