Mais de 80% das empresas unicórnio da China adotam um novo modelo econômico: a grande economia de compartilhamento

No dia 21 de agosto, a Conferência de Verão 2020 do Fórum Global de Economia de Compartilhamento foi realizada pela Federação Empresarial da China, pela Associação Chinesa de Pequenas e Médias Empresas e pela Associação Chinesa de Promoção do Desenvolvimento da Indústria. O fórum fez parte do 2020 China Unicorn Business Carnival, organizado pela TOJOY, aceleradora de empresas global, e recebeu apoio especial da Global Alliance of Sharing Economy, Sina Finance e China Business News.

Opiniões diversas sobre a grande economia de compartilhamento

Grandes personalidades participaram do evento, entre eles o ex-primeiro-ministro australiano Kevin Rudd e o ex-executivo da Apple e atual CEO global da TOJOY Ge Jun.

Em seu papel de secretário-geral da Global Sharing Economy Alliance, Ge Jun fez uma apresentação intitulada “A grande economia de compartilhamento faz nascer unicórnios”. Ele ressaltou que os modelos tradicionais de economia de compartilhamento que compartilham pequenos direitos de propriedade sobre bens como carros, bicicletas e aluguéis residenciais está em transição para um modelo em que ativos de negócios maiores como capital, capacidade de produção e direitos de propriedade intelectual são disponibilizados para compartilhamento.

Ge Jun também afirmou que, à medida que a economia global enfrenta desafios árduos, a grande economia de compartilhamento pode se tornar uma plataforma para conectar as economias de todos os países, promovendo a reconstrução da ordem econômica mundial. Ele explicou que, nesse processo, setores tradicionais podem ser transformados e aprimorados com o auxílio de práticas da grande economia do compartilhamento, e os setores emergentes podem acelerar ainda mais seu desenvolvimento. Como resultado, o aumento do valor pode levar empresas ao status de unicórnio em massa.

O CEO global da TOJOY e secretário-geral da GLASE, Ge Jun, fez o discurso de abertura na Conferência de Verão 2020 do Fórum Global de Economia de Compartilhamento (PRNewsfoto/ToJoy Shared Holding Group Co.,)

A grande economia de compartilhamento, um terreno fértil para unicórnios

Com dados combinados da CB Insights, PitchBook, entre outras, o “Relatório anual de observação de empresas unicórnio 2020”, lançado no evento, ressaltou a eficácia e a penetração das práticas de economia de compartilhamento na China.

De acordo com o relatório, até o dia 31 de julho de 2020, havia 285 empresas unicórnio na China, com uma avaliação total de 1,3 trilhão de dólares americanos. Entre elas, 234 apresentam características de economia de compartilhamento, o que representa 89,17% do valor total de todas as empresas unicórnio chinesas.

Várias empresas dessa lista de unicórnios fortalecidas pela economia de compartilhamento, entre elas, a gigante de produtos para maternidade e cuidados infantis B&G, a plataforma nacional de entrega digital Sousou Shenbian, e a maior empresa negociada em bolsas de valores da China continental, Kweichou Moutai, fizeram parcerias com a TOJOY, organizadora do evento, para acelerar seus negócios.

Por isso, a Associação Chinesa de Promoção do Desenvolvimento da Indústria anunciou recentemente uma colaboração com a TOJOY, estabelecendo oficialmente a Associação Chinesa de Promoção do Desenvolvimento da Indústria – Base Experimental de Inovação Industrial no evento. Ambas as empresas esperam que o projeto estimule o desenvolvimento e a inovação de futuras empresas unicórnio.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.