Novo contexto trazido pela pandemia puxa crescimento de soluções de gestão da SAP Brasil no 2º trimestre

A SAP Brasil registrou um segundo trimestre de crescimento nos contratos de soluções de gestão, tanto com foco na experiência do cliente e colaboradores, com SAP Qualtrics, como em gestão de despesas SAP Concur, Digital Supply Chain e a linha de produtos de Analytics e Data Management. Os avanços, na comparação com o mesmo período de 2019, foram de dois dígitos em grande parte dessas linhas, com algumas chegando a três dígitos. Os resultados refletem a aceleração da digitalização de processos nas companhias em diversos segmentos, buscando eficiência e reorganizando as operações em resposta às novas necessidades trazidas pela pandemia de Covid-19.

As vendas de solução Qualtrics CX deram um salto em relação ao segundo trimestre de 2019, uma vez que o atendimento ao cliente passou por forte transformação na crise provocada pelo coronavírus. O mesmo ocorreu com a gestão da força de trabalho, com uma mudança radical nos processos, seja para os profissionais em trabalho remoto ou para as novas condições impostas para os trabalhadores da indústria. Os resultados também apontam maior preocupação das empresas com sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos e relacionamento com fornecedores: a linha de produtos de Digital Supply Chain também registrou aumento de dois dígitos em cloud em relação ao mesmo período de 2019.

“Vivemos um momento em que a tecnologia, mais do que trazer agilidade aos processos e ganhos de produtividade e otimização de gestão, torna-se essencial para moldar os negócios ao novo contexto, trazendo respostas mais rápidas”, comenta Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, que recentemente foi nomeada ao cargo de presidente da SAP América Latina e Caribe. “A busca por estas soluções reflete um movimento das companhias para ‘arrumar a casa’, integrar informações, digitalizar processos e agregar valor de forma ampla”, aponta.

Os últimos três meses também marcaram a continuidade dos projetos de adoção ou migração para o sistema de gestão S/4HANA, o ERP digital da empresa. Esse é o caso das Lojas CEM, rede varejista de móveis e eletrodomésticos com quase 300 lojas no Sudeste do Brasil, que impulsionou seus projetos de transformação digital. A varejista adotou o SAP S/4HANA para ter uma plataforma robusta com acesso a informações em tempo real, consolidar operações, aprimorar o gerenciamento e a tomada de decisão. Já com as soluções SAP Customer Experience, também reforçou a frente de comércio eletrônico e marketing, esta última impulsionada pelo SAP Qualtrics para melhor entender os sentimentos dos seus clientes. Outra frente foi na gestão da força de trabalho, com o SAP SuccessFactors, para melhor atrair, reter e desenvolver funcionários.

O SAP SuccessFactors também apoiou o Grupo Zaragoza, o que mais cresce no setor de varejo no país, na gestão de 5 mil colaboradores. Além disso, com as marcas Spani Atacadista e Villarreal Supermercados, a empresa adota uma combinação do SAP S/4HANA, SAP Cloud Platform e SAP Analytics para ter uma plataforma robusta com informações em tempo real e uma solução confiável de compras que permite consolidar operações e melhorar a gestão.

O setor de varejo, inclusive, foi um dos que mais demandaram projetos no período, além de seguros e produtos de consumo, com destaque para implementação de soluções tanto na nuvem como na venda de licenças.

Outra empresa que continuou investindo fortemente em sua jornada de transformação digital foi a Duratex, maior produtora de painéis de madeira manufaturada do Hemisfério Sul. A companhia, que já adotou o SAP S/4HANA, SAP Ariba, SAP Cloud Platform e SAP Concur, tem agora o SAP SuccessFactors para melhor engajar sua força de trabalho de mais de 11 mil funcionários.

A siderúrgica brasileira Gerdau, que optou pelo SAP Tax Declaration Framework para apoiar todas as operações relacionadas a impostos enquanto obtinha maior precisão no planejamento fiscal, também foi um dos destaques no segundo trimestre, junto com a Telefônica, operadora multinacional de telecomunicações da Espanha, que opera no Brasil com a marca Vivo, que teve foco na gestão da remuneração baseada em comissão para suas equipes de vendas com SAP Commissions. A Cantu Pneus, maior importadora de pneus no país, escolheu uma combinação de SAP S/4HANA, SAP Integrated Business Planning e SAP Customer Experience para melhorar processos e SAP SuccessFactors, integrados ao SAP Qualtrics para beneficiar sua força de trabalho. Enquanto a Votorantim Cimentos, líder de cimento no Brasil e uma das maiores do mundo, que expandiu significativamente sua presença global com aquisições importantes na Europa, Ásia e África, além de continuar a fortalecer sua presença nas Américas do Norte e do Sul, realizou a implementação de soluções Customer Experience da SAP para aprimorar sua plataforma de comércio eletrônico nos mercados expandidos.

Na frente de economia da experiência, a Renault do Brasil, subsidiária da montadora francesa Renault, contou com o SAP Integrated Business Planning para superar o desafio de seus revendedores na previsão das demandas dos clientes em toda a América Latina.

Implementações remotas ganham força

Nos meses de abril a junho, o Brasil registrou fortalecimento das políticas de isolamento social em resposta à pandemia de Covid-19, com grande adoção do regime de trabalho remoto em organizações em todo o país. Diante desse cenário, a digitalização foi essencial e, em muitos casos, com soluções realizadas remotamente pela SAP. “Realizamos grandes implementações de maneira totalmente virtual, o que reforçou ainda mais nossa certeza de que a transformação digital traz resultados concretos para os negócios e permite uma adaptação rápida, mesmo em situações de instabilidade”, comenta Palmaka.

Presente em 700 cidades no país, a transportadora brasileira Águia Branca, que leva 11 milhões de passageiros por ano, foi uma das empresas que contou com a implementação virtual da solução SAP Customer Experience no período, no intuito de aprimorar sua plataforma de comércio eletrônico, simplificar a reserva de ingressos e fornecer uma experiência mais personalizada aos usuários.

A BRK Ambiental, maior empresa privada de saneamento básico do Brasil, também consolidou à distância um projeto voltado às operações de concessão pública com uma combinação de SAP S/4 HANA e outras soluções cloud como SAP Concur, SAP SuccessFactors e SAP Ariba, com o objetivo de reduzir custos e melhorar as sinergias das transações.

Já o Grupo Ultra, um dos maiores conglomerados comerciais de óleo e gás do Brasil, estabeleceu parceria com a SAP para a adoção do SAP S/4HANA para se destacar na economia digital. Feita de forma remota, a implementação visou melhorar os processos de gestão nas frentes de tesouraria, planejamento financeiro, relações com investidores, questões jurídicas, fusões e aquisições e outras áreas-chave na empresa. A operação teve início no segundo trimestre, mesmo com as restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

SAP mantém resiliência frente à crise do Covid-19

Globalmente, a receita total da SAP cresceu 2% para € 6,74 bilhões (IFRS), com alta de 21% nas soluções em nuvem, em comparação com os meses de abril a junho do ano passado, com a alta demanda por soluções de digital supply chain, comércio eletrônico, cloud platform e SAP Qualtrics. A receita de licenças de software, embora ainda abaixo dos níveis normais, teve recuperação acima do esperado: queda de 18% ano a ano para € 0,77 bilhões (IFRS e não IFRS), mas uma melhoria significativa em comparação com o primeiro trimestre deste ano. As receitas de nuvem e software cresceram 4% ano a ano para € 5,71 bilhões (IFRS), um aumento de 3% para € 5,71 bilhões (não-IFRS) e um aumento de 3% (não-IFRS em moedas constantes).

O SAP S/4HANA foi uma das linhas de produtos com maior crescimento, com mais de 500 novos clientes no último trimestre, totalizando, hoje, 14.600 adoções, um aumento de 22% na comparação ano a ano. Neste segundo trimestre, a receita de Qualtrics avançou 34% em comparação ao mesmo período de 2019.

“Mais do que nunca, a pandemia provou que a digitalização não é mais uma opção e sim uma necessidade para superar tempos difíceis e alcançar os resultados comerciais desejados. Continuaremos a investir em ofertas inovadoras para nossos clientes, a fim de promover transformações nos negócios e executar processos complexos. Também pretendemos expandir o ecossistema em nossa plataforma de tecnologia de negócios para complementar nossas soluções e promover o crescimento”, comenta Christian Klein, CEO da SAP.

Crescimento forte em nuvem continua na América Latina

Na América Latina, a SAP reporta o marco de 20 trimestres de crescimento consecutivo de soluções em nuvem, com avanço de dois dígitos na região – um aumento sustentado no mesmo nível também para o primeiro semestre deste ano. A empresa se consolida como aliada estratégica de empresas comprometidas com a continuidade dos negócios e a preparação para o novo normal.

Nesse contexto, no qual os clientes deram um grande passo em direção à transformação digital, o aumento de dois dígitos no segmento de soluções SAP Customer Experience se destaca durante o 2º trimestre do ano na região.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.