Qlik assina acordo de preços com Governo Federal para aquisição de produtos de TI

A Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério da Economia e a Qlik, multinacional líder em soluções para análise e integração de dados, assinam acordo de preços a serem cobrados do governo federal nas licitações de produtos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). A expectativa do Acordo Corporativo publicado na quinta-feira (2) no Diário Oficial da União é gerar uma economia mínima de 10,87% nos custos de aquisição de licenças e suporte técnico dos produtos da multinacional.

O objetivo da iniciativa é padronizar as compras governamentais, com redução de custos e simplificação dos processos para a Administração Pública Federal. O desconto médio estipulado tem como base a relação dos maiores preços contratados pelo governo nos últimos três anos. Em 2020, a estimativa total de economia com o estabelecimento de acordos e catálogos com os principais fornecedores de TIC é de R$ 112 milhões.

Os catálogos com limite de preços para produtos adquiridos já estão publicados no portal do Governo Digital. Dessa forma, os órgãos públicos só podem adquirir produtos da Qlik e das outras empresas que assinaram o acordo seguindo os valores máximos estipulados no rol. O catálogo firmado com a Qlik contempla 22 itens, entre eles, a aquisição de licenças de produtos da plataforma Qlik, como o Qlik Sense. A negociação também poderá servir como parâmetro por para órgãos do Legislativo e Judiciário.

“Este procedimento faz parte do nosso empenho em otimizar as contratações de soluções de grandes fabricantes de software. É importante também observar que as práticas estão alinhadas com orientações do Tribunal de Contas da União (TCU)”, afirma Luis Felipe Monteiro, secretário de Governo Digital. “Assim, damos mais transparência e celeridade ao processo, racionalizando recursos para o Estado”, completa.

Para Eduardo Kfouri, vice- presidente e gerente geral da Qlik para América Latina, o acordo é um marco na forma de aquisição de tecnologia pelo poder público. “Este é um modelo que reforça uma tendência de desburocratização e austeridade, que deve padronizar os processos de aquisição de tecnologias para a transformação digital em mais de 200 órgãos públicos”, afirma. “O acordo reafirma o compromisso da Qlik em fornecer para o governo o que há de mais moderno em tecnologia para análise e integração de dados e tomada de decisões, por um preço justo”, finaliza.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.