Brasil e China se destacam como mercados abertos à inovação no varejo, aponta pesquisa

Brasil e China se destacam como mercados abertos à inovação no varejo, aponta pesquisa


O futuro do varejo está mais próximo do que imaginamos, e em poucos anos os smartphones devem se tornar o principal ambiente de compras. É o que aponta o relatório Retail 2020, promovido pela multinacional de meios de pagamento Wirecard em parceria com a VansonBourne.

A pesquisa entrevistou 4998 pessoas em sete dos principais mercados consumidores do mundo (Brasil, China, EUA, Reino Unido, Alemanha, Singapura e Emirados Árabes Unidos) em novembro de 2019. O relatório analisou a percepção desses consumidores em relação a tendências e novas tecnologias do varejo, como self-checkout, reconhecimento de voz e facial, biometria, realidade virtual e smart mirrors (telas digitais nas lojas físicas).

“O varejo vai mudar mais nos próximos 5 anos do que nos últimos 50, afirma Jörn Leogrande, VP executivo da Wirecard Labs. E as mudanças já começaram, principalmente nos meios de pagamento: 47% dos entrevistados afirmaram utilizar carteiras digitais, e 81% afirmaram que as utilizariam sem problemas para compras em grandes valores.

“A realidade das pessoas vem sendo transformada muito rapidamente, e a crise da Covid-19, com o fechamento do comércio físico tradicional, pode ter impulsionado ainda mais essas mudanças. O consumidor em todo o mundo vai se abrindo mais à inovação e, acima de tudo, confiando nas tecnologias como algo seguro”, analisa João Pedro Tonini, VP de produtos e tecnologia da Wirecard Brasil.

A pesquisa mostra que brasileiros e chineses são mercados consumidores abertos a essas inovações, enquanto europeus costumam ter uma postura mais conservadora. Por exemplo: no Brasil, 24% dos entrevistados confiam mais em provedores de pagamento (Apple Pay, Samsung Pay, Amazon Pay) do que em bancos tradicionais e outras organizações. Na Alemanha, apenas 12% demonstraram mais confiança em meios de pagamento digitais.

O consumidor brasileiro também se demonstrou interessado em utilizar tecnologias inovadoras de meios de pagamento, como reconhecimento facial (57%) e criptomoedas (63%). No caso da realidade virtual, 85% dos brasileiros gostariam de utilizá-la para provar peças de roupa e calçadas em uma compra online.

“O Brasil, por ter um sistema financeiro historicamente burocrático e muitas vezes excludente, tende a ser um ambiente favorável à inovação. O consumidor acaba sendo atraído por alternativas que simplifiquem a sua vida e reduzam custos e burocracias”, analisa Tonini.

Veja a pesquisa: http://www.wirecard.com/a-new-age-of-retail-is-dawning

Comments are closed