Investimentos em sistemas para relacionamento com o consumidor e supply chain puxam crescimento da SAP no primeiro trimestre

Investimentos em sistemas para relacionamento com o consumidor e supply chain puxam crescimento da SAP no primeiro trimestre

A SAP Brasil manteve o crescimento nas vendas de soluções em nuvem no primeiro trimestre de 2020. As adoções em cloud se concentraram principalmente na oferta de aplicações de SAP Qualtrics e SAP Customer Experience (SAP CX), e que reúnem sistemas de relacionamento com clientes, e-commerce e marketing cloud, com sólido crescimento de três dígitos. Os resultados apontam maior preocupação das empresas com sistemas de gerenciamento da cadeia de suprimentos e relacionamento com fornecedores. A linha de produtos de Digital Supply Chain e SAP Ariba (gestão de fornecedores) também registraram aumento de três dígitos em relação ao mesmo período de 2019.

Do ponto de vista da operação, a SAP respondeu rapidamente às mudanças no ambiente de negócios, adotando uma estratégia de vendas virtuais e implementação remota. “A rápida adaptação dos nossos times foi fundamental para garantir o atendimento aos nossos clientes, principalmente nas últimas semanas de março, quando o país registrou um agravamento da crise provocada pelo novo coronavírus”, explica Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil.

“As equipes SAP e todo o nosso ecossistema de parceiros seguem trabalhando arduamente para desenvolver mais ofertas, explorando os principais produtos da SAP que possam ajudar empresas, governos e instituições nesse momento em que todos enfrentam fortes desafios operacionais e buscamos desta forma contribuir com soluções que ajudem na reação diante deste cenário desafiador”, completa Cristina.

Os primeiros três meses do ano também marcaram a continuidade dos projetos de adoção ou migração para o sistema de gestão SAP S/4HANA, o ERP digital da empresa. Esse é o caso da Cogna Educação, holding que engloba marcas como Kroton e Somos Educação. Maior empresa privada de ensino do Brasil em número de estudantes e atuando há mais de 50 anos em todos os segmentos educacionais, como pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, graduação profissional e pós-graduação –, em um esforço para evoluir na transformação digital, adotou o SAP S/4HANA e a SAP Cloud Platform para apoiar sua expansão, melhorar o crédito a estudantes, sistemas de pagamentos e otimizar a governança corporativa.

A SAP também registrou crescimento de dois dígitos em venda de licenças, com projetos de migração para o SAP S/4 HANA, bem como nas soluções que integram a SAP Business Technology Platform, como o banco de dados in memory SAP HANA e aplicações de tecnologias inteligentes, por exemplo Machine Learning, IoT e Big Data. Esses projetos apresentaram bons resultados na modalidade cloud, com avanço de três dígitos.

Entre os setores que mais demandaram projetos no período, forte destaque para o varejo, telecomunicações e educação, com adoção de soluções tanto na nuvem como na venda de licenças.

SAP celebra com clientes as implementações concluídas no primeiro trimestre 

No primeiro trimestre de 2020, a SAP concluiu boa parte da implementação de projetos durante a quarentena do Covid-19. Entre os destaques, está o Assaí Atacadista, um dos maiores distribuidores atacadistas do Brasil, que confiou na SAP como parceiro estratégico de TI para acompanhá-lo em seus processos de transformação digital. A empresa, com mais de 160 lojas e mais de 40 mil funcionários, adotou o SAP S/4HANA Cloud e entrou em operação sem nenhuma interrupção nos negócios. Com o ERP inteligente na nuvem, o Assaí é capaz de gerenciar seu back-office e oferecer suporte à entrada no mercado com uma forte integração e alinhamento.

Com sede no Brasil, a operação da Furukawa Electric LatAm – fabricante japonesa de soluções completas para infraestrutura de redes de comunicação e energia – iniciou sua transformação digital na área de compras em 2019, quando escolheu o SAP Ariba para ajudar a melhorar o gerenciamento de suas fábricas e aumentar a eficiência das atividades de compras. A empresa concluiu a implantação bem-sucedida das soluções neste primeiro trimestre, automatizando e padronizando seus processos relacionados a abastecimento, desempenho e ciclo de vida de fornecedores, com expectativa de obter maior produtividade e redução de custos, dentro de alguns meses.

Nexa, empresa de mineração global que faz parte da multinacional brasileira Votorantim, procura transformar a experiência de seus funcionários e encontra na SAP um importante parceiro de TI. A implementação do SAP SuccessFactors irá aperfeiçoar a interação entre equipes, usando uma interface simples, unificada e mais conectada.

Já a Mercedes-Benz do Brasil, subsidiária da marca alemã de veículos, recorreu à SAP para estruturar uma solução móvel para simplificar e mobilizar os recursos de manutenção da sua fábrica de caminhões e chassis de ônibus de São Bernardo do Campo (SP). A empresa expandiu suas capacidades no SAP ERP com a adoção da SAP Cloud Platform, trazendo uma solução por meio do SAP App Center, preparando a empresa para um ambiente mais integrado, dando acesso a análises e adicionando outras tecnologias inteligentes aos seus processos.

Receita global sobe 7% e nuvem vai a 27%

O crescimento da empresa no primeiro trimestre de 2020 foi de 7% em receitas totais na comparação com o mesmo período do ano passado. Nas receitas das soluções em nuvem, o resultado foi de 27%, e os lucros subiram 1%. “Partindo do bom desempenho no fim de 2019, tivemos os primeiros dois meses do trimestre de um forte e saudável crescimento. Com os desafios da Covid-19, nos beneficiamos da inerente resiliência de nosso modelo de negócios e a relevância do portfólio. A ênfase em criar mais previsibilidade de receita e a amplitude de setores e geografias nos deixou bem posicionados para o período que vem pela frente”, declarou o CEO Christian Klein.

A receita previsível da SAP cresceu quatro pontos, passando a 76%, como resultado da aposta no modelo em nuvem. Também por isso, a fatia de software sob licença caiu 31%. A margem operacional caiu 1,3 ponto percentual, para 22,7%. A empresa contabilizou €36 milhões em prejuízos por conta da não realização de eventos físicos, como o Sapphire NOW.

Crescimento forte em nuvem na América Latina

A SAP reportou o 19º trimestre consecutivo nas soluções em nuvem, de dois dígitos, impulsionado principalmente por Brasil e México, suas maiores unidades. A companhia tem focado nos desafios da nova conjuntura e redobrou seu compromisso para apoiar seus clientes a transitar pelo novo cenário com soluções que tornam as operações mais inteligentes, aumentam a eficiência e adotam novas práticas.

“Nesta conjuntura sem precedentes, nosso foco principal é apoiar nossos mais de 46.800 clientes na região na continuação de suas operações e na adaptação rápida às necessidades do mercado”, afirmou o presidente regional para América Latina e Caribe da SAP, Claudio Muruzabal. “Uma lição que aprendemos nesta crise global é que a inovação e tecnologia, quando aplicadas para que o mundo funcione melhor, são indispensáveis para se adaptar e navegar qualquer cenário”, completa Noemie Heuland, CFO da região.

Comments are closed