Três desafios e soluções para manter sua equipe produtiva em casa

Em meio à situação de trabalho remoto que diversas empresas se encontram, é comum que aquelas que ainda não tinham uma cultura de home office tenham problemas relacionados à produtividade da equipe. Nesse cenário, a Workana, maior plataforma que conecta freelancers a empresas da América Latina, fundada em 2012 e com ampla experiência em trabalho remoto, levantou os três principais desafios da produtividade e como vencê-los.

De acordo com Daniel Schwebel, gerente nacional da Workana no Brasil, é importante ter empatia com a equipe e organizar processos. “Esse é o momento não só de rever processos e implementar novos, mas também de se aproximar do time, entender suas necessidades e os entraves que vêm enfrentando no dia a dia. É essencial manter uma comunicação próxima dos trabalhadores, compreendendo sua nova rotina e ajudando a melhorar os pontos necessários”, analisa o especialista.

Veja abaixo os três principais desafios da produtividade apontados pela Workana e como vencê-los:

1) Processos inadequados 

As equipes virtuais terão que enfrentar o obstáculo de seguir procedimentos inadequados ou pouco eficientes.Com isso, como os processos institucionais dos modelos de trabalho tradicionais podem ser adaptados aos modelos remotos?

É importante priorizar objetivos, não processos: talvez os funcionários tenham o costume de desenvolver tarefas de uma maneira específica, mas ao trabalharem de maneira remota, é possível que tenham estabelecido uma nova metodologia. Isso não significa que existe um problema, pois esses novos processos podem ser mais eficazes para atingir as metas em um novo modelo de trabalho. A empresa deve permitir que a equipe remota concorde em decidir qual é o formato mais adequado e, com base nisso, estabelecer e otimizar processos. Por fim, é ideal manter otimização e monitoramento constantes, focando em melhorar continuamente e mantendo um canal aberto aos conselhos da equipe sobre estratégias de melhoria.

2) Falta de liderança 

A falta de liderança é um dos principais problemas que as equipes virtuais enfrentam, pois muitas pessoas podem ser ótimas líderes presenciais, mas não possuem as habilidades necessárias para exercer liderança à distância. E como a falta de liderança pode ser superada?

Em uma pesquisa da Universidade de Harvard, os participantes foram solicitados a descrever o perfil do que consideravam um gerente particularmente bom ao lidar com equipes de trabalho remotas. Enquanto alguns entrevistados disseram que nunca haviam se deparado com esse tipo, outros conseguiram identificar as seguintes atitudes vitais:

– Feedback frequente e consistente: 46% dos entrevistados apontaram bons líderes de equipes de trabalho remoto que fornecem informações regulares e pessoais pelo menos uma vez por semana.

– Eles confiam na comunicação pessoal ou verbal: bons líderes de projetos que trabalham com equipes remotas preocupam-se em agendar videochamadas ou pelo menos ligações telefônicas com colaboradores sempre que assuntos importantes precisarem ser discutidos. Eles também promovem o vínculo da equipe, ajudando os membros a se conhecerem, excedendo uma mera troca de arquivos ou no bate-papo.

– Excelentes habilidades de comunicação: eles são perfeitamente capazes de transmitir ideias complexas, expectativas específicas, informações abundantes e motivações constantes para toda a equipe remota. Eles são bons ouvintes, expressam confiança, respeito e empatia e estão pessoalmente preocupados com seus companheiros.

3) Falta de produtividade e problemas com gestão de tempo 

Muitas empresas veem o trabalho em casa como uma ameaça ao controle sobre a produtividade de seus funcionários. Como os problemas de gerenciamento de tempo podem ser resolvidos?

– Avaliar o progresso do trabalho: A melhor maneira de garantir que todas as pessoas cumpram suas tarefas no prazo e corretamente é estabelecer objetivos e prazos claros.

– Uma maneira de conseguir isso é acompanhar as horas trabalhadas: isso dará uma visão mais clara do tempo necessário para concluir tarefas específicas, permitindo expectativas realistas sobre o progresso da equipe. A Workana conta com um programa especial para isso: o Workana Time Report, uma maneira fácil de auditar em tempo real o desempenho de trabalhadores remotos em relação a horas. Para acessar, basta entrar neste link .

– Institucionalizar boas práticas: concordar com uma lista de boas práticas é uma excelente maneira de estabelecer quem deve enviar cada parte do trabalho sem sobrecarregar outros membros ou causar perda de tempo ao restante da equipe.

– Desencorajar a exaustão: comportamentos anormais, humor irritável, mensagens enviadas tarde da noite ou ao amanhecer e uma diminuição repentina nos padrões de qualidade são todos sinais de que o colega de trabalho precisa de uma pausa.
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.