Mastercard dá dicas para compras online mais seguras

Por conta do isolamento social enfrentado em todo o mundo, as pessoas estão seguindo a recomendação de ficar em casa, o que pode ampliar o volume de compras online em 2020. Esse movimento nas vendas, pode favorecer a ação de cibercriminosos. Para minimizar esses riscos e garantir uma experiência de compra cômoda e eficaz, a Mastercard busca elevar a qualidade das transações por meio de novas formas de autenticação a fim de conduzir o e-commerce para uma experiência online mais segura e sem fricção.

A Mastercard possui rígidos sistemas de segurança, como biometria, análise preditiva e inteligência artificial, tudo isso para fornecer aos consumidores, bancos e comerciantes a tranquilidade e opções para se manterem seguros também no ambiente online. Porém, o usuário também pode tomar algumas atitudes para evitar esses ataques maliciosos. Confira abaixo:

1) Conferir se o e-commerce é confiável 

Antes de efetuar uma compra, o passo mais importante é determinar se aquele é um e-commerce seguro. Para isso, consumidor pode checar as redes sociais, verificar os comentários de outros usuários e consultar sites de reclamações contra empresas.

2) Sempre cheque o link da página em que pretende efetuar a compra 

Ao checar o link da página, o usuário consegue identificar possíveis golpes homográficos, quando o nome do site falso copia o nome de sites tradicionais trocando um “O” por um zero, incluindo um ponto ou hífen, que muitas vezes passam despercebido pelo consumidor.

3) Verifique se está em uma conexão segura 

Além de checar o link do site, é importante se certificar que você está navegando em uma conexão segura, isto é, se consta com o protocolo “https” antes do link da página.

4) Desconfie de anúncios invasivos 

Em diversas ocasiões, os sites fraudadores trabalham com anúncios invasivos, divulgando preços bem abaixo dos praticados pelo mercado. Por isso, é importante fazer uma pesquisa de preços em sites tradicionais de comércio eletrônico. Além disso, sites confiáveis também costumam contar com certificações de criptografia, procure por selos que comprovem essa garantia de segurança.

5) Altere suas senhas periodicamente 

Além das alterações, é importante não utilizar a mesma senha para todas as suas redes, e-mails ou plataformas bancárias. Tente gerar senhas fáceis de lembrar que contenham uma combinação de números, letras (maiúsculas e minúsculas) e símbolos.

6) Tenha atenção redobrada com e-mails 

Uma das técnicas mais utilizadas pelos hackers é o chamado phishing, quando criminosos tem como objetivo “pescar” informações e dados pessoais importantes por meio de mensagens falsas. Por isso, é importante redobrar a atenção com e-mails de fontes não confiáveis, que oferecem serviços ou promoções em troca de um clique em um link ou download de um arquivo.
Com isso, os criminosos podem conseguir nomes de usuários e senhas de um site qualquer, como também são capazes de obter dados de contas bancárias e cartões de crédito. Além disso, não abra e-mails não solicitados, seu banco nunca pedirá informações confidenciais por meio de um e-mail.

7) Nunca passe o número do seu cartão para pessoas que te ligam sem ter certeza de quem está do outro lado da linha 

Seu banco nunca ligará para pedir informações importantes ou seu código de segurança, muito menos seu PIN, por isso, fique atento quando receber esse tipo de ligações.

8) Configure adequadamente os elementos de privacidade de suas redes sociais 

Além disso, procure manter suas informações pessoais privadas e somente para seus amigos próximos.

Caso tenha sido vítima de um golpe e tenha seus dados vazados, acione imediatamente o seu banco por meio do SAC e informe sobre o ataque sofrido. Desta forma, ele poderá dar as devidas orientações e realizar os procedimentos necessários.

Para minimizar riscos e garantir uma experiência de compra cômoda e eficaz, a Mastercard busca elevar a qualidade das transações por meio de novas formas de autenticação a fim de conduzir o e-commerce para uma experiência online mais segura e sem fricção. Por isso, implantou padrões internacionais relacionados a protocolos de autenticação como o EMV 3DS 2.0, que eleva a taxa de aprovação da compra online para o nível dos pagamentos presenciais, com índices em torno de 95%. A inovação aprimora a experiência do consumidor e contribui para o aumento das taxas de conversão no e-commerce.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.