Parceria das operadoras com governo garante acesso gratuito ao aplicativo Auxílio Emergencial

Uma parceria entre operadoras de telefonia móvel e a Caixa Econômica Federal permite, a partir desta terça-feira (7), acesso gratuito ao aplicativo criado pelo governo para facilitar o pagamento do auxílio emergencial de R﹩ 600. Essa é mais uma das iniciativas das prestadoras no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Com a parceria, as operadoras Algar Telecom, Claro, Oi, TIM e Vivo estão concedendo acesso gratuito ao aplicativo e ao site http://auxilio.caixa.gov.br/ sem descontar do pacote de dados o tráfego de uso dessescanais. A medida vale para planos pós e pré-pagos.

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo governo federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Para agilizar a implementação da solução, as operadoras criaram um grupo de trabalho para viabilizar a interoperabilidade das redes e a padronização das informações, garantindo o trânsito pelas diversas empresas de forma rápida e ágil. A gestão da solução não é de responsabilidade das operadoras.

As empresas já implementaram também relevantes iniciativas no auxílio ao combate ao novo coronavírus, como ações para ampliar o acesso aos serviços para os usuários, concedendo bônus nos planos do pré e pós-pago, acesso gratuito ao App Coronavirus do Ministério da Saúde, e maior flexibilidade no processo de cobrança, por meio de revisões em suas políticas de negociação de dívidas por inadimplência, buscando criar melhores condições de prazo neste momento.

Também foram feitas parcerias para o envio de SMS gratuito sobre a pandemia, que já alcançaram 106 milhõesde mensagens desde o dia 13 de março. E, mais recentemente, foi fechada parceria com o MCTIC para oferecer ao governo solução única de dados para monitorar mobilidade populacional, deslocamentos, pontos de aglomeração e identificar situações de concentração de pessoas e risco de contaminação pelo novo coronavírus. Os dados fornecidos visam exclusivamente o combate ao covid-19.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.