Após Natal com vendas positivas, verão aquece setores do varejo

No verão, o consumidor procura produtos que aliviem e protejam do calor, além de itens que realcem a beleza nessa época. Segundo o Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) alguns segmentos devem apresentar um melhor desempenho neste período, como móveis e eletrodomésticos (0,65%), farmácias, perfumarias e cosméticos (0,42%) e hiper e supermercados (0,16%). Os pontos representam o crescimento mensal das categorias.

Alguns produtos devem ser responsáveis por esse movimento no varejo. Em móveis e eletrodomésticos, a previsão é de maior procura por ventilador. Em farmácias, perfumarias e cosméticos, a busca deve ser por protetor solar, coloração, depilatórios, máscaras para tratamento capilar e esmaltes. Já em hiper e supermercados, bebidas para consumir geladas, como cerveja, refrigerante, suco, água de coco e chá gelado, devem liderar as vendas.

Para o economista Claudio Felisoni de Angelo, presidente do IBEVAR, o ano começa com sinais otimistas para o mercado de consumo e o verão pode impulsionar ainda mais as vendas. “Após um Natal favorável para o varejo, o primeiro trimestre de 2020 se mostra positivo. A projeção é de que os consumidores sigam dispostos a gastar, e os dias de calor aumentem a oferta e demanda por produtos propícios para o período”, avalia o economista.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.