Dataprev: Programa de Adequação de Quadro encerra atividades em 20 estados

A Dataprev deu início, nesta quarta-feira (08), ao Programa de Adequação de Quadro (PAQ) da empresa, que trata de um conjunto de incentivos ao desligamento dos empregados lotados em 20 filiais da empresa, localizadas nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins, para as quais há previsão de encerramento das atividades operacionais até o fim de fevereiro.

A empresa está centralizando suas atividades em sete (7) regiões consideradas estratégicas (Ceará, Distrito Federal, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo), onde possui data centers e Unidades de Desenvolvimento.

Contexto

A crescente e inevitável digitalização e modernização das ferramentas tecnológicas trouxeram, nos últimos anos, uma nova lógica de funcionamento e organização das atividades produtivas da Dataprev. Hoje, essas atividades estão concentradas nas unidades de Processamento de Dados (data centers) e Desenvolvimento (UDs), responsáveis por toda da geração de receita da empresa.

Com este movimento, as demais unidades regionais tiveram queda expressiva de produtividade, devido à baixa demanda local, e passaram a funcionar apenas como núcleos administrativos, fora do escopo para o qual foram originalmente criadas.

Neste contexto de busca por uma atuação mais eficiente e economicamente sustentável é que se torna necessário um processo de readequação, não apenas da estrutura da Dataprev, mas das atividades que, hoje, não mais se alinham ao plano de negócios.

Vale destacar que, nos últimos anos, a Dataprev perdeu eficiência, o que fica demonstrado pelo forte desequilíbrio entre a geração de receitas, que cresceu 13% no acumulado dos últimos 3 anos, e os gastos, que avançaram 21%, num contexto de inflação (IPCA) de 10,7% no mesmo período. Tais desafios exigem ações rápidas, que garantam a sustentabilidade da empresa e uma atuação mais eficiente e competitiva.

Assim, o PAQ é uma ação, dentre diversas outras, focadas no ganho de eficiência e competitividade, que visam o enfrentamento dos desafios colocados pela atual conjuntura econômica, pelo quadro de restrição orçamentária dos principais clientes e pela necessidade de reposicionamento frente ao mercado.

Além da readequação do quadro de pessoal, a Dataprev também está promovendo revisão de contratos, medidas de racionalidade nos gastos operacionais da empresa e ações de eficiência tributária.

Reposicionamento

As ações de reestruturação que vêm sendo adotadas pela Dataprev têm como foco a melhoria na qualidade dos serviços prestados pela empresa, a diminuição de custos e a atração de novos negócios, promovendo um reposicionamento frente a seus clientes e ao mercado.

Neste sentido, cabe ressaltar uma importante reformulação na estrutura de governança da empresa com a criação das diretorias de Relacionamento e Negócios e diretoria de Governança e Jurídica.

Economia

A Dataprev projeta uma economia anual de R$ 93 milhões (englobando folha de pagamentos e gastos operacionais) com o fechamento dessas unidades. O Payback previsto é de 7,6 meses.

O Público alvo do Programa é de 493 empregados, o que representa 15% do total (3.360).

Público alvo do Programa é de 493 empregados

 

Proporção de empregados aposentados

Condições

A empresa oferece, dentro do PAQ, um conjunto de incentivos ao desligamento dos empregados, conforme quadro. O teto dos valores recebíveis (verbas rescisórias + incentivos) é de R$ 300 mil.

Quadro de incentivo

 

Fonte: Dataprev 

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.