TIM ativa rede de experimentação 5G no Cubo Itaú

A TIM acaba de ativar o seu primeiro polo de estudos e testes do 5G em São Paulo. O local escolhido é o maior hub de empreendedorismo da América Latina, o Cubo Itaú. A rede de quinta geração, instalada em parceria com a Ericsson, vai possibilitar que as startups possam desenvolver aplicações inéditas nas áreas de indústria 4.0, saúde, educação, tecnologias imersivas e IoT.

“É importante que as startups tenham consciência do poder transformador dessa transição tecnológica e comecem a avaliar os impactos e benefícios sobre os seus modelos de negócio. A TIM, por meio dessa parceria e ação em colaboração com Cubo, começa a influenciar e a fomentar o ecossistema dessa tecnologia para atender as demandas no Brasil e no mundo”, avalia Janílson Bezerra, Head de Innovation & Business Development da TIM Brasil.

O 5G diminui significativamente a latência, que é o tempo de resposta ao acessar conteúdo na internet, possibilitando novos modelos de negócios, como o processamento de dados na nuvem, reduzindo exponencialmente os custos de software e hardware, além de permitir a construção de uma rede massiva de dispositivos conectados à Internet das Coisas (IoT, na sigla em Inglês).

“Por essa razão, acreditamos que o 5G oferece grandes oportunidades para a indústria e outros setores. Ao mesmo tempo, o Cubo se transforma em uma grande vitrine tecnológica, trazendo novas competências e ampliando o alcance das startups”, finaliza o executivo.

A ativação, mediante autorização específica da Anatel, celebra a parceria de quatro anos do Cubo com a TIM, que já havia instalado no espaço o NB-IoT, plataforma dedicada para o desenvolvimento de soluções de Internet das Coisas.

“O 5G não trará apenas alta definição de vídeos que muitos falam. É muito mais que isso. Será transformacional para todas as indústrias e também será utilizado de diferentes maneiras que ainda nem podemos imaginar porque é uma forma totalmente diferente de conectividade. 5G será a extensão de todas as futuras gerações e a utilização pelas startups certamente trará muitos benefícios “, Avalia a co-head do Cubo, Renata Zanuto.

Para liderar um ecossistema favorável ao 5G no Brasil, a TIM optou por atuar no engajamento de empresas de tecnologias, fundações e instituições de pesquisas e ambientes empreendedores para o desenvolvimento de aplicações, produtos e soluções. A operadora já possui três laboratórios 5G em Florianópolis (SC), Campina Grande (PB) e Santa Rita do Sapucaí (MG), além de lojas da operadora na capital paulista.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.