Saiba quais são as melhores formas de pagamento para Black Friday

Saiba quais são as melhores formas de pagamento para Black Friday

Para muitos a Black Friday já começou. Outros ainda estão traçando um planejamento detalhado com as ações. O que importa é estar preparado para o período mais importante do ano para o e-commerce. Para garantir bons resultados, é importante saber que nunca é tarde para modificar as ações e rever os planos traçados.

Uma das mais importantes é verificar as formas de pagamento disponíveis no seu e-commerce. Sabendo que os meios de pagamentos são uma das principais ferramentas na hora do cliente concluir a compra, é necessário que existam opções suficientes para não frustrar o consumidor.

Por exemplo, caso um visitante da loja escolha diversos produtos, mas, ao chegar à finalização da compra, não encontre a forma de pagamento desejada, ele pode se tornar parte da temida estatística de abandono de carrinho.

“Ao finalizar a compra em uma loja virtual, um aspecto que tem bastante relevância são as formas de pagamento disponibilizadas pela marca. Por isso, o lojista precisa entender qual é a mais vantajosa para o seu e-commerce e ideal para o público”, afirma Renato Galletti, Gerente de Marketing e Inside Sales da Yapay.

Cartão de Crédito

Atualmente é um dos meios mais usados pelos brasileiros para compras em lojas virtuais. Para o lojista é um modelo seguro de pagamento garantindo o recebimento do valor da compra, diminuindo o risco de inadimplência. A desvantagem pode ser a parte burocrática, pois, em alguns casos, a contratação envolve uma série de processos e análises, o que pode demorar.

Boleto Bancário

É a maneira simples e fácil de pagamento para ambas as partes, além de ser uma opção segura, sem a necessidade de muitas informações para concluir a transação. Tem baixas taxas, permite que o lojista ofereça descontos para os clientes e possibilita que o pagamento chegue mais rápido à conta de quem venda. A desvantagem, nesse caso, é que o número de compradores que desistem de finalizar o pagamento é maior, prejudicando as vendas e os lucros da loja virtual. A orientação, durante a Black Friday, é que o lojista diminua o prazo de vencimento dos boletos para um dia, assim, evita ficar com o estoque travado à espera da confirmação do pagamento.

Pagamento Recorrente

Para os lojistas que trabalham com assinaturas e mensalidades essa é uma opção interessante. É uma opção prática, pois, o lojista não precisa se preocupar todos os meses com os valores já que a cobrança acontece automaticamente. Nela, o cliente pode optar por realizar a quitação usando cartão de crédito, débito ou boleto bancário.

Cartão de Débito

É uma forma ágil e permite que os clientes tenham descontos à vista. A desvantagem são os custos e as burocracias da relação direta que será preciso manter com as instituições bancárias. Por outro lado, esse diferencial pode atrair mais pessoas para sua loja online.

Intermediadores

Os intermediadores de pagamento são considerados estratégicos para quem gerencia um e-commerce. Eles chamam atenção justamente por reunirem as diversas formas de pagamento desejadas pelo público em uma plataforma. Isso cria uma ponte entre quem consome e quem vende, eliminando, para os lojistas, a necessidade de firmar contratos com cada instituição que desejam trazer para sua loja. Além disso, intermediadores fornecem um sistema antifraude que traz segurança para ambas as partes.

Essas são as opções preferidas no comércio eletrônico. Mas, lembre-se, é necessário o lojista conhecer o perfil de compra do seu público e entender qual forma de pagamento é compatível com a realidade do negócio. Só assim é possível fazer a melhor escolha. “Contar com uma empresa especializada no assunto também contribui na tomada de decisões, para encontrar as soluções mais certeiras”, finaliza Galletti.

Comments are closed