Eretz.bio completa dois anos de atuação

Com o objetivo de fomentar o ambiente de empreendedorismo e inovação em saúde no Brasil, a Eretz.bio, primeira incubadora de startups voltadas exclusivamente para o mercado de healthtechs, completa, neste mês, dois anos desde sua criação acumulando diversas marcas importantes para o ecossistema brasileiro e se destacando como um importante hub de inovação no país.
“Passamos por uma revolução na área da saúde liderada pela transformação digital que as novas tecnologias proporcionam ao setor. A Eretz.bio nasceu como evolução desta transformação e é, hoje, uma das responsáveis pela mudança cultural de todo o Einstein. Estamos muito satisfeitos com os resultados das startups incubadas aqui e principalmente com as mais maduras que alçam seus próprios voos”, afirma Sidney Klajner, presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

Nos últimos anos, mais de 1.700 startups apresentaram suas soluções para serem avaliadas pela equipe da Eretz.bio. Atualmente, a incubadora conta com 33 startups incubadas, em diferentes áreas de atuação, como Digital Health (gestão e assistência), Inteligência Artificial, Biotecnologia, Medtech e Ensino.

Outro marco em 2019 foi a realização do III Encontro Internacional de Empreendedorismo e Inovação em Saúde, considerado o maior evento de empreendedorismo e inovação em Saúde no Brasil e que, nesta edição, reuniu mais de 700 participantes e 27 startups expositoras e cerca de 200 startups presentes. “É um mercado aquecido e em expansão e continuamos atrás de soluções disruptivas capazes de contribuir positivamente e impactar o sistema de saúde como um todo”, afirma Claudio Terra, Diretor de Inovação e Transformação Digital do Einstein.

Inaugurada em novembro de 2017, a Eretz.bio proporciona aos empreendedores incubados um espaço de coworking, laboratórios e equipamentos do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEP), além de acesso às diversas unidades geridas pelo Einstein como a Unidade Morumbi e os hospitais públicos que faz gestão, o Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. Moysés Deutsch e o Hospital Municipal Vila Santa Catarina – Dr. Gilson de Cássia Marques de Carvalho.

Tão importante quanto os espaços, laboratórios e acessos às unidades assistenciais, são também os vários tipos de apoio aos empreendedores das startups. Foi estabelecido, por exemplo, um Programa de Mentoria com dezenas de executivos do Einstein e também profissionais externos com grande experiência em vários aspectos do empreendedorismo, como funding, estratégias de crescimento acelerado, gestão de pessoas, aspectos jurídicos e de propriedade intelectual, entre outros. Ademais, há um esforço da liderança de toda a organização em desenvolver projetos de várias naturezas com as startups. Atualmente já são quase 50 projetos em curso, envolvendo pesquisa clínica, validação científica, pesquisas e desenvolvimentos em conjunto e acordos também. Além disso, o intercâmbio internacional vem se fortalecendo com vários acordos formais e informais com outros centros de apoio à startups de saúde de vários países.

Este ambiente de inovação e empreendedorismo externo é complementado pelo apoio ao intraemprendedorismo. Neste sentido, vale destacar o desenvolvimento de projetos conjuntos nos últimos meses. São eles a Radsquare, especializada em soluções de automação para diagnóstico clínico e radiológico, o VarStation, plataforma completa para processamento e análise de dados genéticos humanos focados em Sequenciamento de Nova Geração ou NGS (do inglês, Next-Generation Sequencing), e o Escala, desenvolvido no Laboratório de Inovação do Hospital Israelita Albert Einstein, que planeja e gerencia escalas e jornadas de trabalho para a saúde e outras atividades em regime de plantão.

Para 2020, os planos são receber mais startups e promover ainda mais trocas de conhecimento entre o ambiente de inovação e a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. “Temos outras seis startups que estão em vias de integrar nosso ecossistema já nas próximas semanas e esperamos contribuir e impactar positivamente a saúde no Brasil”, completa Claudio Terra.

Eretz.bio e inovação em números

33 startups incubadas presencialmente e virtualmente
3 spinoffs
+ de 1.700 startups apresentadas à equipe do Einstein nos últimos 4 anos
+ de 200 eventos gratuitos relacionados à inovação e empreendedorismo em saúde

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.