Inovação tecnológica passa primeiro por fintechs e bancos de varejo

Inovação tecnológica passa primeiro por fintechs e bancos de varejo

A ACI Worldwide, líder global no fornecimento de soluções bancárias e de pagamento eletrônico em tempo real, junto da consultoria de pesquisa Ovum, uma das líderes no segmento no mundo, lançou o Índice de Cultura da Inovação, estudo que aponta que 100% dos bancos pesquisados no mundo todo têm a inovação e transformação de negócios como prioridade para os próximos anos, incluindo planos de desenvolver serviços novos e inovadores, nos setores bancário, comercial, intermediário e para grandes corporações.

Foram 1.200 empresas consultadas e a descoberta principal do estudo é que as fintechs lideram no aspecto inovação de negócios no mercado financeiro. Segundo o Índice, os pagamentos em tempo real são um importante fator de inovação entre as instituições financeiras, enquanto os operadores comerciais e as grandes corporações estão focados em novas opções de pagamento (especialmente móveis), com a segurança do pagamento sendo uma preocupação constante. Além disso, os pioneiros em todos os setores planejam transferir cargas de trabalho de missão crítica para a infraestrutura de nuvem pública este ano ou em 2020.

Outros dados interessantes:

• 96 (100)% dos bancos de varejo, 94 (100)% dos bancos corporativos e 92 (94)% dos intermediários, globalmente, relatam que desenvolverão serviços novos e inovadores, além de seus investimentos em PTR em 2019/20

• 82 (86)% dos bancos corporativos, 74 (87)% dos bancos de varejo e 79 (76)% dos intermediários (84% (80%) das fintechs), globalmente, planejam migrar cargas de trabalho críticas para a infraestrutura de nuvem pública em 2019/20

• 91 (99)% afirmam que a migração para o setor bancário aberto ajudou a mudar a maneira como abordam o fornecimento de novos produtos e serviços, com 89 % (99% dos bancos) explorando ativamente uma estratégia de plataforma

• A segurança continua sendo uma das principais preocupações das empresas, com 50% sofrendo roubo de dados de pagamento (contra 22% no estudo do ano passado)

• Na América Latina, os investimentos para aprimorar os recursos de pagamento back-end são uma agenda forte, com 51% citando-os como uma das três principais prioridades do projeto. A segurança (47%) é a segunda prioridade, seguida pelo aprimoramento da validação de pagamentos (43%)

Comments are closed