Gartner apresenta 10 Hacks para apoiar a mudança de Cultura para a Transformação Digital

cultura pode ser uma grande barreira à mudança e à inovação. Por isso, o Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, avalia que é importante que os CIOs (Chief Information Officers) atuem como “hackers culturais”, promovendo ações que quebrem os paradigmas internalizados e agilizem as transformações internas de suas operações. Os hacks culturais são ações que podem simplificar e agilizar a mudança das culturas organizacionais, colocando o comportamento das equipes como um acelerador da inovação digital.

“Por hackers de cultura, não queremos dizer que os CIOs devem encontrar um ponto fraco e invadir um sistema ilegalmente”, diz Mary Mesaglio, Vice-Presidente e Analista do Gartner. “Trata-se de encontrar pontos vulneráveis em sua cultura e transformá-los em mudanças reais que permanecem e suportam o dia a dia das organizações rumo ao futuro na era digital”.

Neste cenário, o Gartner recomenda que os líderes da área de tecnologia adotem 10 hacks de cultura, com ações altamente visíveis e que oferecem resultados imediatos. São eles:

  1. Garanta que todas as reuniões apoiam a nova estratégia –Imagine que, na segunda-feira, você anuncia uma nova estratégia digital. Na terça-feira, em sua primeira reunião do dia, pergunte como essa discussão poderá ajudar a impulsionar a nova estratégia digital comunicada um dia antes. Se não houver respostas, cancele a reunião e verifique que as discussões não reapareçam na sua programação (ou na de ninguém) até que todos entendam como avançar na estratégia a ser implementada.
  1. Celebre o fracasso –Quando o CIO da DirecTV quis criar uma cultura onde se celebrava o aprendizado do fracasso, ele começou compartilhando seus próprios erros. Celebre o fracasso e as lições aprendidas com eles. Ao compartilhar suas falhas, o CIO consegue aumentar a tolerância ao risco, que é um tipo de mudança de cultura.
  1. Regra de decisão de 48 horas –Crie uma regra em que todas as decisões precisam ser tomadas dentro de 48 horas. Isso muda a responsabilidade e permite novas abordagens de atuação. Por exemplo: um CIO da área de governo disse à sua equipe que ganha dois pontos por tomar uma decisão e perde um ponto se for uma má decisão. Se você tomar uma decisão ruim, ainda estará mais à frente do que se não tivesse tomado nenhuma decisão.
  1. Decisões de recompensa –O exemplo acima não trata de manter a pontuação, mas de criar uma nova mentalidade entre os gerentes. Por sua vez, o CIO descobriu que sua equipe estava intensificando e aproveitando mais o trabalho. Além disso, o CIO reduziu de 70% de seu tempo trabalhando em questões internas para menos de 40% do tempo.
  1. Remova os móveis da sala de reuniões –Embora bem-intencionadas, as reuniões permanentes às vezes podem se arrastar e se transformar em sessões prolongadas de reclamação. Uma dica para evitar isso é remover todos os móveis da sala. Se não houver lugar para sentar, descontrair ou descansar o cotovelo, também não haverá lugar confortável para se acomodar em um espaço negativo.
  1. Abra espaço para as perguntas difíceis –Não termine nenhuma reunião até que seus funcionários façam três perguntas realmente difíceis. Para mudar a mentalidade, você precisa estar disposto a enfrentar as questões difíceis em aberto.
  1. Admita que você não tem todas as respostas –Realisticamente, você não terá todas as respostas para as perguntas difíceis. A boa notícia é que, ao admitir isso, você não desejará ter todas as respostas. Isso cria uma mentalidade de crescimento e um ambiente focado no aprendizado.
  1. Cancelar reuniões de status –Os CIOs gastam até 70% de seu tempo de trabalho lidando com reuniões e e-mails. Cancele as reuniões de status e substitua-as por breves atualizações por escrito. Isso muda a autoridade de tomada de decisão para os proprietários do projeto, permitindo que eles avancem e tomem medidas.
  1. Hackeie as agendas de suas reuniões –As reuniões se tornam improdutivas quando se tornam longas demais ou se as pessoas chegam tarde. Para otimizar as conversas, misture a estrutura de suas reuniões, movendo a votação e a tomada de decisões para o início e guardando as discussões para mais tarde.
  1. Estabeleça o modelo “15/60/15” de reuniões –Os dias repletos de reuniões consecutivas podem ser estressantes e deixar pouco tempo para reagir ou pensar nas ações criadas a partir das discussões. Tente marcar uma reunião por 90 minutos e reservar os primeiros e os últimos 15 minutos para checar os e-mails, acompanhar as sugestões de reuniões ou verificar o andamento de outro projeto.

Para discutir o tema e apresentar dicas sobre como aplicar este processo, os analistas do Gartner apresentarão pesquisas e novidades durante o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™, principal evento do Gartner no Brasil, que acontecerá de 28 a 31 de outubro. Trata-se do mais importante encontro de CIOs e executivos de TI do mundo. Líderes da área confiam em eventos como esses para obter insights sobre como suas organizações podem usar TI para superar desafios de negócios e melhorar a eficiência operacional de suas empresas. Acompanhe novidades sobre os eventos no Twitter:  #GartnerSYM.

As inscrições para o Gartner IT Symposium/Xpo 2019™ podem ser feitas pelos telefones (11) 5632-3109, 0800-7741440, e-mail conferencias.brasil@gartner.com ou site www.gartner.com/br/symposium.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.