Mandic Cloud Solutions gerencia ambiente em nuvem da Schneider Electric

A tecnologia Web Energy, desenvolvida há 15 anos pela área de Energy e Sustainability Services da Schneider Electric, foi precursora do que conhecemos hoje como IoT (Internet das Coisas) no Brasil. Com mais de 10 mil pontos de medição instalados por todo o País, o grande desafio da empresa era oferecer disponibilidade do sistema de monitoramento de energia aos mais de mil usuários ativos sem perder em qualidade e segurança. Para isso, a gigante global conta com o apoio da especialista em nuvem corporativa, Mandic Cloud Solutions, que garante o gerenciamento de infraestrutura da plataforma em ambiente VMware.

“O sistema depende diretamente da disponibilidade e rapidez de resposta aos usuários, por isso prezamos pelo trabalho desenvolvido há dois anos pelos especialistas da Mandic Cloud”, afirma Evandro de Marchi, gerente da área de Eficiência Energética da Schneider Electric na América Latina. Segundo o executivo, muitos clientes usam os dados monitorados para fazer uma gestão operacional e controlar os gastos com energia elétrica de maneira assertiva e eficiente.

O Web Energy recebe dados de controladores dedicados, com software especializado para promover o armazenamento das informações e possibilitar as consultas eletrônicas a relatórios e gráficos que auxiliam no gerenciamento do consumo de energia elétrica e na tomada de decisões. Médias e grandes empresas de todos os setores se beneficiam com a tecnologia que impulsionou o desenvolvimento da indústria brasileira.

De acordo com a companhia, o sistema cresce cerca de 1GB por dia somente com os dados de monitoramento que são atualizados a cada 15 minutos. Já o volume de tráfego aumenta cerca de 5% ao ano. Para apoiar esse crescimento acelerado a Mandic Cloud acompanha de perto a jornada de transformação digital do cliente e sugere melhorias contínuas. “Nosso papel é garantir que a infraestrutura de cloud computing da Schneider Electric suporte os mais 60 GB consumidos por mês”, explica Karina Costa, diretora Comercial da Mandic Cloud Solutions.

De Marchi não descarta, ainda, investir futuramente em um projeto para redesenhar o sistema e atualizar a base instalada com foco no back-end. “Estamos de olho nas tendências de mercado e queremos acompanhar o ritmo das mudanças para dar continuidade ao negócio e proporcionar mais flexibilidade aos nossos clientes”, revela o gerente.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.