Novartis lança desafio de inovação

A Novartis anuncia parceria com a Fiap e lança desafio de inovação para estudantes da faculdade. Ao longo da colaboração, alunos do segundo ano do curso de Mecatrônica serão desafiados a apresentar ideias para potencializar a capacidade produtiva da fábrica da farmacêutica na zona Oeste de São Paulo. A parceria faz parte de uma série de iniciativas da Novartis em colaboração com instituições de ensino e pesquisa para manter-se como líder em inovação em saúde.

A Novartis concederá mentoria aos alunos para o desenvolvimento das ideias, contribuindo para a aprendizagem e a formação dos estudantes. Os três melhores projetos serão premiados com aporte financeiro e poderão ser incorporados nas linhas de produção da empresa.

O desafio terá validade dentro do currículo pedagógico do curso e será acompanhado por professor da instituição. Entre as fases de desenvolvimento estão a entrega inicial dos protótipos, em setembro, e a apresentação dos três finalistas no Festival de Inovação e Tecnologia da Fiap, que acontece em novembro.

“Os alunos obterão conhecimento acadêmico e experiência prática aplicada ao mercado com mentoria de profissionais da Novartis. Por outro lado, a companhia terá a oportunidade de entrar em contato com jovens que desenvolvem ideias inovadoras com um poder de transformação tecnológica dos negócios e que contribuam para a nossa missão de estender e melhorar a vida das pessoas”, avalia Francesco Carnevale, diretor da fábrica da Novartis em São Paulo.

Especializada em tecnologia, inovação e empreendedorismo, a faculdade FIAP é referência no mercado. “A Fiap possui em seu DNA uma busca incansável por modelos disruptivos de ensino e esta parceria com a Novartis prova que é possível elevar a educação a outro patamar, pois traz desafios reais para que alunos e professores implementem todo o poder da tecnologia aliado a suas mentes brilhantes em prol de resolução de problemas”, afirma o professor Dr. Wagner Sanchez, diretor acadêmico da instituição.

Reimaginado a medicina

A Novartis é uma das companhias que mais investe em inovação no mundo, com aporte de cerca de U$ 9 bilhões ao ano. No Brasil, a empresa vem realizando uma série de investimentos em parcerias com universidades, centros de pesquisa e startups.

E o relacionamento vem dando resultado: segundo levantamento recente da Fapesp, a empresa é a segunda no Brasil com mais artigos científicos publicados em universidades estaduais paulistas (USP, Unicamp e Unesp), atrás apenas da Petrobras. Com base no levantamento, a companhia produziu 118 estudos em coautoria com universidades públicas do estado entre 2011 e 2017.

Com o propósito de reimaginar a medicina, a companhia investe no desenvolvimento de ciência médica e em tecnologia digital e dados, posicionando-se como líder mundial em inovação com foco em saúde. A tecnologia contribui para o desenvolvimento de novas terapias, para o diagnóstico mais rápido e preciso, bem como para levar informações a pacientes, cuidadores e profissionais de saúde, empoderando todos na jornada pelo melhor tratamento. Além disso, é fundamental para melhorar a eficiência operacional, possibilitando maior produtividade e inovação em processos.

No fim de 2018, a empresa lançou no país o Novartis Startup Marathon, iniciativa exclusivamente brasileira para estreitar o relacionamento com empreendedores que geram ideias inovadoras para pacientes, com foco solucionar problemas de saúde no Brasil.

O projeto envolveu 14 startups brasileiras e gerou contribuições em projetos e iniciativas para ampliar o acesso a serviços de saúde no Brasil, abrangendo áreas como telemedicina, big data e inteligência artificial para detecção e prevenção de doenças, bioinformática aplicada à genética, além de plataformas de treinamento médico.

Internacionalmente, a companhia mantém o Novartis Biome, um laboratório de inovação digital destinado a capacitar e fomentar empresas de tecnologia de saúde e pessoas apaixonadas por inovar por meio do uso de dados e tecnologias digitais.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.