Aplicativo Barpass oferece descontos em diversos estabelecimentos

odo mundo sabe que, o custo para se alimentar fora de casa, todos os dias, pesa bastante no orçamento mensal. Dependendo da região, o gasto de um almoço não sai por menos de R$ 30,00. Sem contar as despesas com o happy hour semanal da empresa e os diversos aniversários de amigos, em bares e baladas. Pensando nisso, Felipe Ribeiro, engenheiro de produção pela FAAP, viu um nicho de mercado muito vantajoso e resolveu facilitar a vida dos clientes.

Criou então, o aplicativo Barpass, que entrará em vigor a partir de 11 de setembro, onde a pessoa poderá se associar, pagando R$ 14,90 por mês (sendo que o primeiro mês é gratuito) e participará de uma rede de descontos, a partir do mínimo de 10%, em diversos estabelecimentos como restaurantes, bares, cafés, hamburguerias, baladas e afins, que estiverem cadastrados no aplicativo. Para os universitários, vinculados a diretorias e atléticas associadas, o valor reduz para R$ 9,90 por mês (com 3 meses grátis).

Para os proprietários dos estabelecimentos da cidade, não existirá custo de adesão ao aplicativo. Para se tornar um estabelecimento parceiro do Barpass, ao aderir, basta respeitar o desconto mínimo de 10%, podendo aumentá-lo nos períodos de maior ociosidade. Entre as propostas de valor para os estabelecimentos parceiros, destaca-se a redução da ociosidade, por meio de descontos dinâmicos, decididos pelos próprios estabelecimentos.

Visibilidade com destaque para publicação de promoções e alavancagem do próprio estabelecimento dentro do App, assim como o retorno de informações relevantes, quanto às avaliações, que serão consolidadas e passadas periodicamente, para que os estabelecimentos saibam seus gargalos e busquem melhorias, com base nas experiências dos seus clientes.

“Os aplicativos que existem, dão os descontos com os famosos “EXCETO ou APENAS” e realmente precisávamos atingir um público maior. Dar descontos reais, para os usuários, sem impor determinadas condições. O investimento para a realização deste projeto, com o desenvolvimento do aplicativo, das redes sociais e do planejamento de comunicação já chega à casa dos 200 mil reais e trará muitos benefícios”, explica Felipe.

Com 100 estabelecimentos já cadastrados, o aplicativo favorecerá executivos (as), pessoas que fazem a maioria das refeições fora de casa e universitários. E a ideia é crescer ainda mais, num futuro bem próximo.

“A ferramenta também proporciona ao cliente, avaliar os estabelecimentos quanto ao atendimento, ambiente e qualidade dos produtos. Isso fortalecerá a fidelização dos frequentadores. Claro que, produtos da parte de tabacaria, não entrarão na lista de descontos”, conclui Felipe.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.