Telemarketing: PROTESTE explica como o consumidor pode se inscrever no “Não me Perturbe”

Inaugurado no dia 16 de julho, o site “Não Me Perturbe” reuniu quase 1,5 milhão de cadastros em sua primeira semana de funcionamento. A ferramenta é decorrente de uma ação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em junho, o órgão determinou que as principais empresas do setor deveriam implementar uma lista nacional e única de consumidores que não querem receber chamadas de telemarketing com ofertas de serviços de telecomunicações.

Não Me Perturbe

Para deixar de receber chamadas com ofertas de serviços de telefonia, TV por assinatura e banda larga, o consumidor deverá acessar o site e preencher o formulário de inscrição. A suspensão das chamadas ocorre em até 30 dias após o registro no site. Ao final do processo, o usuário recebe um comprovante do bloqueio realizado. E pode, a qualquer momento, desbloquear uma ou várias prestadoras para que voltem a realizar ofertas de telemarketing.

O site “Não Me Perturbe” foi desenvolvido pelas operadoras Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, Telefônica/Vivo e TIM, em parceria com a Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom).

A medida se refere a ligações relacionadas a ofertas de serviços e produtos de telecomunicações. E alcança apenas as empresas de telefonia, que respondem por cerca de 32% das chamadas indesejadas. A lista vale para todo o Brasil. E não substitui alguns cadastros geridos por Procons nos estados.

“As ligações podem vir de qualquer lugar do mundo, o que configura um grande desafio. Até setembro, no entanto, pretendemos evoluir o ‘Não Me Perturbe’ e entregar uma solução completa, que sirva de exemplo também para outros setores”, disse Elisa Leonel, superintendente de Relações com Consumidores da Anatel.

Power Dialing

As ligações incessantes de telemarketing são oriundas de um conceito tecnológico chamado Power Dialing. Os números de telefone são inseridos em um software de discagem automática. No entanto, o sistema não possui inteligência de software. Por isso, estabelece a conexão telefônica com um atendimento primário eletrônico, antes de posicionar o contato com um atendente humano.

Em razão da automatização do sistema, não há como marcar um consumidor que já foi contatado. Desta forma, as pessoas que já receberam ligações acabam sendo incomodadas várias vezes, ignorando registros anteriores.

De acordo com especialistas, essas chamadas também podem fazer parte de uma estratégia para não deixar os atendentes de telemarketing ociosos. A estratégia consiste em fazer um número de chamadas maior do que o de funcionários que trabalham em determinado turno. Dessa forma, o software faz a discagem e encaminha até que todos os atendentes estejam falando com algum cliente. Quando isso acontece, as chamadas excedentes são encerradas, mesmo que tenham sido atendidas.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.