Transformação digital nos serviços da Justiça é tema do Future JUD

Transformação digital nos serviços da Justiça é tema do Future JUD

Na 21ª edição do Futurecom, entre 28 e 31 de outubro, no São Paulo Expo, o público envolvido com o Poder Judiciário e os serviços da Justiça vai se encontrar no Future JUD, evento paralelo deste que é o maior encontro de tecnologia, telecomunicação e transformação digital da América Latina. O Future JUD é um evento que combina exposição e conteúdo sobre tecnologia e transformação digital para o Poder Judiciário e Órgãos de Controle. Na área de exposição haverá empresas que fornecem tecnologias, soluções, produtos e serviços para auxiliar o Poder Judiciário e Órgãos de Controle no processo da transformação digital e implantação de novas tecnologias. A transformação digital do Poder Judiciário e Órgãos de Controle será o tema central a ser debatido no Future JUD.

Os macrotemas abordados serão Cloud Computing, Blockchain, Inteligência Artificial, Data Science & Big Data, Governança Digital, Cyber Security e E-Processo Judicial para o público-alvo que compreende gestores e profissionais de tecnologia e inovação dos Tribunais Superiores, Tribunais Regionais, Tribunais Estaduais, Tribunais de Contas, Defensorias e Órgãos de Controle. As discussões serão pautadas pelo impulso oferecido pela transformação digital à qualidade dos serviços da Justiça, que podem ser mais eficientes para aproximar o cidadão das instituições. Future JUD é o momento em que os profissionais do Poder Judiciário e de Órgãos de Controle encontram fornecedores, conteúdo atual e relevante para que haja atualização e troca de experiências.

Assim como em todas as áreas, o Judiciário tem um cenário inédito diante das possibilidades de negócios proporcionadas pela tecnologia. Métodos tradicionais e empresas estáveis têm agora uma nova realidade frente às startups do setor. “Future Jud pretende apontar novos caminhos do universo jurídico, novas formas de trabalho e a transformação dos serviços públicos do Judiciário”, afirma Hermano Pinto, diretor do Futurecom.

Personalidades como Edmundo Veras dos Santos Filho, secretário de Tecnologia da Informação do Supremo Tribunal Federal; Fabio Correa Xavier, diretor do Departamento de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo; Paulo Roberto Pinto, gerente de BI do Tribunal Regional Federal da 4ª Região; Rodrigo Felisdório, secretário de Soluções de TI no Tribunal de Contas da União, entre outras autoridades do setor, serão os palestrantes e debatedores do Future Jud.

O tema da abertura será “Judiciário 4.0: Transparência, Eficiência e Responsabilidade”. Um outro tema que tem chamado muito a atenção dos profissionais do Judiciário é a contribuição da Inteligência Artificial. A capacidade de aprendizado das máquinas – Machine Learning – e o big data estão alterando o panorama do trabalho, principalmente nos serviços públicos. Essa será a pauta que vai direcionar a apresentação de Rafael Jardim Cavalcante, secretário de Controle Externo da Fazenda Nacional no Tribunal de Contas da União. Em “Deep learning: análise minuciosa de grandes volumes de dados e modelos preditivos”, o secretário demonstra como soluções de machine learning e big data contribuem para identificar fraudes na Previdência Social. Um exemplo é o projeto da secretaria, que permitiu o cálculo automático de 1 trilhão de desvios, além da análise de modelos preditivos, que podem recuperar cerca de R$ 600 mil ao mês.

O Future Jud é um dos cinco eventos paralelos que compõem a programação da 21ª edição do Futurecom, ao lado de Future Gov, Future Payment, Future Cyber e Future Tech.

Comments are closed