Mercado de infoprodutos cresce e gera oportunidade para quem quer empreender

Com o crescimento e expansão da internet, ela se tornou uma excelente ferramenta para quem quer empreender. É uma oportunidade para aqueles que querem começar o próprio negócio e com um investimento baixo. E um dos negócios mais promissores é o mercado de produtores e afiliados digitais que realiza a comercialização de infoprodutos.

Produtores são as lojas virtuais e afiliados são os usuários que usam as redes sociais, blogs e sites para divulgar produtos e serviços. Afiliado é alguém que, ao promover, divulgar e indicar determinado produto, recebe uma comissão por isso. Geralmente, isso ocorre quando a venda é efetivada, mas também existem casos em que a pessoa recebe por conversão e até mesmo cliques.

E a mercadoria que o afiliado divulga é o infoproduto. Ele é um produto digital que é comercializado na internet. O infoproduto pode ser produzido em vídeo, áudio ou texto onde o consumidor final realiza o download para consumo. “O infoproduto está presente na vida de praticamente todas as pessoas. Quando compramos um ebook, por exemplo, estamos adquirindo um infoproduto. Um serviço, como uma vídeo aula, também é caracterizado como infoproduto. Conferências, palestras, cursos online, podcasts e audiobooks se encaixam nessa categoria”, explica Rafael Rez, diretor de marketing da Monetizze.

Whitepapers, screencasts e webinars são outros exemplos de infoprodutos. E toda pessoa que deseja empreender no mercado de marketing digital pode criar o seu infoproduto. O primeiro passo é escolher o seu infoproduto e na sequência definir qual é o público que deseja alcançar. Faça uma ampla pesquisa para mapear e conhecer os infoprodutos já existentes sobre o tema e produza o seu conteúdo com qualidade e algum diferencial. Com o infoproduto finalizado, o próximo passo é hospedá-lo em uma plataforma.

A Monetizze, uma das principais plataformas de infoprodutos do país, faz o elo entre o produtor e o afiliado para a comercialização e divulgação do infoproduto. E tanto os donos de lojas online quanto os afiliados podem se cadastrar na plataforma sem nenhum custo. “Ao se cadastrar, o dono do e-commerce define o valor da comissão. Com essas informações, a plataforma apresenta as propostas para os afiliados e verifica quem está interessado em fazer a divulgação. Após essa verificação, a Monetizze funciona como intermediária nas negociações, resolvendo todas as questões relativas ao pagamento”, explica Rez. A empresa cobra 9.9% mais R$ 1 de comissão por venda realizada. Além dos infoprodutos, a Monetizze também aceita produtos físicos. Nesses casos, é incluído o valor do frete no preço final do produto. E o prazo de aprovação é um a três dias após o cadastro na plataforma.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.