Starter Acceleration Program seleciona startups para módulo da América Latina

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, anuncia as startups que participarão do módulo América Latina de seu programa global de aceleração de startups, o Starter Acceleration Program. As 10 eleitas, vindas do Brasil e do México, desenvolvem soluções de inteligência artificial, big data, energias renováveis e smart grids (veja a lista).

“As startups selecionadas atuam com tecnologias emergentes que capazes de alavancar a transformação do setor de energia. Com a globalização do Starter, queremos reforçar o apoio ao ecossistema empreendedor brasileiro e, também, expandir nossa presença com inovação aberta em países da América Latina, fomentando novas soluções para o nosso negócio,” destaca Livia Brando, Head de Inovação e Ventures da EDP Brasil.

O programa, que neste ano passou a ser global, com módulos em três regiões – Europa (em Madri, Espanha), América Latina (em São Paulo, Brasil) e América do Norte (em Houston, Estados Unidos) – teve aproximadamente 500 inscrições. Foram escolhidas 10 startups para cada módulo, as quais passarão por uma semana de imersão para o desenvolvimento das propostas de projetos-piloto junto à EDP, com apoio do time de especialistas da Empresa, além das mentorias das aceleradoras.

Ao fim desse processo haverá um Demoday, no qual as startups farão os pitches. Após essa etapa, que, no País, acontece no dia 19 de julho no Unibes Cultural, em São Paulo, aquelas com maior potencial participarão da grande final em novembro, em Lisboa, durante o Web Summit, um dos maiores eventos de inovação, empreendedorismo e tecnologia do mundo. As escolhidas terão um stand no local, podendo apresentar suas soluções ao mercado e prospectar novas oportunidades de negócio durante o Congresso. A startup vencedora será premiada com 50 mil euros

Desde 2008 os veículos de Venture Capital do grupo EDP já aplicaram globalmente mais de 30 milhões de euros em 26 startups, que juntas empregam mais de 750 colaboradores e têm mais de 100 milhões de euros de receita por ano. No país, a EDP ventures Brasil é o 1º Corporate venture capital voltado ao setor de energia, lançado em 2018 já conta com duas startups investidas que passaram também pelos programas de aceleração da EDP.

Novos parceiros

Três parceiros internacionais se juntaram a esta primeira edição do Starter Acceleration Program: a American Eletric Power, utility que tem mais de cinco milhões de clientes em 11 estados norte-americanos; a Turning Tables, uma empresa de inovação do grupo espanhol Cuerva; e a Verbund, maior fornecedora de eletricidade da Áustria, com quase meio milhão de clientes. O programa conta também com a L Marks e a Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo e presença mundial.

Conheça o perfil das startups selecionadas:

Loud Voice – São Paulo (Foco em soluções para Clientes): plataforma de comunicação que permite uma conversa real entre bots e humanos gerando uma experiência de qualidade.

Neras – São Paulo (Smart Grids): solução com IoT voltada para a gestão eficiente do consumo de energia em estabelecimentos comerciais e industriais.

ColabApp – São Paulo (Foco em soluções para Clientes): plataforma que conecta consumidores à administração pública ou a empresas a melhoria da qualidade dos serviços prestados.

BLU365 – São Paulo (Foco em soluções para Clientes): plataforma de negociação de dívidas para gerar valor para credores e devedores por meio da combinação de ciência de dados, CRM e marketing orientado para o desempenho e suporte aos credores.

Fhinck – São Paulo (Inteligência Artificial): utiliza a tecnologia de IoT para eficácia e produtividade da força de trabalho, fornecendo análise em tempo real para melhorar processos e aumentar o desempenho e eficiência das equipes

Rio Analytics – Rio de Janeiro (Inteligência Artificial): empresa focada na aplicação de inteligência artificial para prever falhas de ativos industriais. A plataforma digital, através de algoritmos de aprendizagem promovendo aumentando a eficiência da produção.

Já Entendi – Paraná (Inovação em processos internos): startup de inteligência educacional que oferece uma metodologia capaz de transformar qualquer conteúdo de treinamento, como livros, manuais e folhetos em videoaulas com o uso de câmeras e dispositivos inteligentes.

Thermo-Off – Santa Catarina (Energia Limpa): possui um revestimento (como uma tinta), desenvolvido com base em nanotecnologia, com um alto poder de reflexão dos raios infravermelhos, ajudando grandes empresas a reduzir custos e economizar energia.

Pix Force – Rio Grande do Sul (Inteligência Artificial): desenvolve soluções usando tecnologias de visão computacional, inteligência artificial e machine learning para tratamento e interpretação de imagens e vídeos.

Trato – México (Inovação em processos internos): oferece uma plataforma para gerenciamento e interface de contratos jurídicos utilizando a tecnologia blockchain.

Marcado , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.