Contra “mimimi” corporativo, empresa aposta na mudança de mindset de líderes e colaboradores

Ter colaboradores engajados e felizes é um dos grandes desafios das organizações de todos os portes ao redor do mundo. Segundo pesquisa realizada pela Endeavor, o Brasil perde todo ano mais de 42 bilhões de dólares devido à baixa produtividade. A tarefa, muitas vezes delegada ao time de Recursos Humanos, se mostra cada vez mais complexa, exigindo dos líderes novas medidas para conquistar motivação e retenção de talentos.

Para atender a essa crescente demanda por um novo mindset organizacional, a pedagoga Erika Linhares fundou em 2018 a B-Have, empresa que oferece mentoria especializada em mudança de comportamento humano nas empresas. “Ao longo da minha trajetória profissional constatei que um dos principais motivos de empresas e funcionários não crescerem é o famoso ‘mimimi’, geralmente relacionado a dificuldade das pessoas em encarar os problemas como desafios”, explica a especialista.

A metodologia oferecida pela B-Have é pautada pelo movimento #NoMiMiMi, em que organizações e colaboradores aprendem como lidar com as “dores do mundo corporativo”. A B-Have oferece palestras, workshops e cursos através de três produtos: Click Speech, Move on e My Place, os quais entregam mudança de mindset e desenvolvimento de pessoas, e organização para alavancar operações, reduzir perdas e engajar equipes.

Com escritório no Rio de Janeiro, a B-Have atende companhias de todo o Brasil que desejam colaboradores mais autônomos e felizes atuando com a transformação do modelo mental. “As pessoas não estão felizes nas empresas e as empresas, por sua vez, não estão felizes com as pessoas, o que resulta em um ciclo de menor produção e, consequentemente, menor resultado. Mudar o mindset significa mudar também os resultados da empresa”, garante Erika.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.