CIAB FEBRABAN 2019 alcança recorde de público ao receber mais de 26 mil visitantes

A 29ª edição do CIAB FEBRABAN – Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras foi encerrada na última quinta-feira e novamente bateu recorde de público: 26.075 visitantes passaram pela exposição durante os três dias de evento, um incremento de 12,6% em relação à edição de 2018. O fórum de TI contou com a presença de 182 expositores, 52 patrocinadores, cerca de 300 palestrantes e 94 painéis.

No evento, que também recebeu 3.786 congressistas, foram apresentadas as principais soluções e inovações para o setor em uma área que ocupava mais de 36 mil m2 do Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Importantes executivos do setor bancário marcaram presença nos três dias de evento, entre eles: Murilo Portugal, presidente da FEBRABAN; Octavio de Lazari Junior, presidente do Bradesco; Gustavo Roxo, CTO e sócio do BTG Pactual; Marcelo Clara, diretor de Tecnologia e Operações do Banco Votorantim; e Gustavo Fosse, diretor setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN.

A terceira edição do Hackathon CIAB FEBRABAN também foi um dos destaques do congresso de TI. No fim de semana anterior à exposição, 130 programadores de todo o país se reuniram para desenvolver soluções que impactassem o mercado bancário no Brasil. Neste ano, o tema foi “Entender para Atender Melhor os Clientes na Era da Economia Analítica”.

Quatro projetos foram selecionados pela comissão julgadora e foram apresentados durante o CIAB FEBRABAN. A solução Linko, do time Vingadores, foi a grande vencedora do Hackathon. O projeto tem como objetivo melhorar a experiência

digital de clientes rurais de pequeno porte por meio de um site que irá conectar agricultores, agrônomos e bancos, facilitando o processo de documentação de terras e bens do agricultor e aprimorando as conexões entre os participantes. Desta maneira, é possível traçar o perfil de crédito do agricultor por meio de dados geográficos e informações sobre o cultivo. Como prêmio, o time ganhou duas reuniões com lideranças bancárias para apresentar o projeto.

Fintech Day

O CIAB Fintech Day foi outro ponto alto na programação deste ano do CIAB FEBRA-BAN. O já tradicional evento, que neste ano chegou à sua quarta edição, é considerado um dos mais importantes encontros entre instituições financeiras e fintechs do Brasil, e tem como objetivo identificar startups que tenham potencial para colaborar com bancos, seguradoras e instituições financeiras.

Nessa edição, as empresas vencedoras foram: o buscador de investimentos Yubb; a Finpass, plataforma de crédito para MPEs; e a Blu 365, que apresenta soluções de cobrança de crédito. Como prêmio, as três participarão do Money 2020, que acontece em Las Vegas, dentro do espaço do CIAB. Essas startups, em conjunto com as empresas de reconhecimento facial FullFace e Facetrom, as 4ª e 5ª colocadas da competição, também terão reuniões estratégicas com bancos brasileiros para apre-sentarem suas soluções.

Blockchain

O blockchain esteve novamente em evidência no CIAB FEBRABAN 2019. Na edição deste ano, a Federação apresentou em parceria com a CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos), a Rede Blockchain do Sistema Financeiro Nacional, a primeira rede blockchain para o setor. O projeto permite o compartilhamento de informações en-tre as instituições parceiras protegendo dados de forma acessível, ágil e segura, desde o primeiro acesso.

A iniciativa, implementada pela CIP, usa a plataforma Hyperledger Fabric, da IBM, projeto colaborativo baseado em código aberto, e conta com a participação do Banrisul, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa, Itaú, JP Morgan, Original, Santander e Sicoob.

O primeiro caso de uso da rede de blockchain é o device ID. O projeto foi apresen-tado durante o CIAB FEBRABAN de 2018 como um protótipo desenvolvido de forma colaborativa por bancos e instituições financeiras. O projeto foi coordenado pelo grupo de trabalho (GT) Blockchain FEBRABAN, criado em 2016 para estudar a tecnologia.

Do final do CIAB de 2018 até a edição deste ano, o protótipo foi refinado e validado pelos bancos que integram o GT Blockchain FEBRABAN. As instituições financeiras também trabalharam para estabelecer a rede, cujas estruturas de governança, de instrumentos jurídicos e de segurança estão a cargo da CIP e da FEBRABAN.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.