6 dicas de como alcançar a simplicidade no ambiente de trabalho

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Por Kristen Cox

Nosso mundo está cheio de culturas organizacionais que parecem prosperar em complexidade. Muitas vezes, nos orgulhamos da dificuldade e da sofisticação de nossos sistemas. Em contraste, passei a acreditar que os volumes de dados, gráficos, novas tecnologias, modelos preditivos e relatórios produzidos pelas empresas geralmente resultam em desordem e não em clareza. Escrever um ensaio de uma página, por exemplo, pode ser muito mais difícil do que escrever um ensaio de cinco páginas, porque temos que cristalizar nosso pensamento e injetar o significado correto em cada palavra.

A complexidade pode mascarar a ignorância e nos impedir de ver a floresta através das árvores ao sermos sobrecarregados com detalhes e componentes desnecessários. Em contrapartida, a simplicidade pode trazer clareza e revelar o que é realmente importante para nós entendermos e agirmos. A litografia “El Toro” de Picasso é uma excelente ilustração do que é necessário para alcançar a simplicidade ou essência de algo.

Picasso produziu várias iterações de seu touro antes de chegar à versão final. Ele passou da litografia granular e detalhada para sua criação final: uma série de linhas simples que capturam a essência de um touro. Como você pode ver, ele deu tanta atenção ao que ele poderia excluir quanto ao que deveria incluir.

Em seu livro Getting Real, Jason Friedman, o fundador da 37Signals, reforça a necessidade de eliminar o estranho. Friedman acredita muito que menos é mais e que manter o foco no essencial é fundamental. Ele escreve: “Cuidado com a abordagem ‘tudo, exceto a pia da cozinha’ … leve em conta todas as ideias decentes que surgirem e acabe com uma versão média do seu produto …”

Atenha-se ao que é verdadeiramente essencial. Algumas boas ideias podem ser apresentadas. Concentre-se no que você acha que seu produto deveria ser e, em seguida, corte-o ao meio. Elimine as características de um sistema ou produto até que você mantenha as peças mais essenciais. Então, corte de novo e de novo.

Alcançar a essência ou o coração de sua organização ou trabalho não é necessariamente fácil, mas é possível com a mentalidade e ferramentas certas. Aqui estão algumas ideias que nos ajudarão a pensar “mais simples”:

Simples não significa necessariamente fácil. Alcançar a solução mais simples pode exigir trabalho duro e raciocínio rigoroso, mas o investimento vale a pena. Se Einstein pôde reduzir a equivalência entre energia e massa para E = mc², é possível para nós destilar nosso trabalho em conceitos mais elegantes e compreensíveis.

Seja absolutamente claro sobre o seu propósito e a missão única que você está tentando realizar: não seja preguiçoso ou tente ser tudo para todos;

Não aceite a resposta “é complicado”;

Seja implacável em encontrar o problema da raiz e evite corrigir os sintomas;

Pergunte aos seus clientes e funcionários o que eles não querem, em vez de sempre perguntar o que eles querem;

Considere o que você deixaria de fazer e quais componentes são essenciais para a missão se você tivesse metade do tempo e metade do orçamento;

Gastar muito tempo pensando sobre o que você deve parar de fazer, como você faz, o que você deve começar a fazer…

Kristen Cox, diretora executiva do Escritório de Administração e Orçamento do Governo de Utah (EUA). A autora foi eleita a melhor gestora dos Estados Unidos em 2015, por aplicar a Teoria das Restrições (TOC) na gestão pública.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.