Círculo vicioso e círculo virtuoso

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Por Elaine Póvoas

Por vezes, nossa vida se depara com reincidências, quer sejam profissionais, quer sejam pessoais. Pode ser algo bom quando se repete, ou muito negativo. Ao perceber que está passando por situações parecidas, algumas avaliações devem ser feitas.

Pode ser um convite para fazer diferente, rever posicionamento ou opiniões, ou ainda repetir para ficar melhor. Tudo depende do quanto estamos felizes ou infelizes com o resultado que está sendo alcançado. Observar como espectador das situações vividas, despertar a visão holística, ter um olhar mais abrangente para avaliar o círculo em que se encontra.

Podemos considerar dois tipos de círculos, o virtuoso e o vicioso:

Círculo virtuoso – promover o bem, entender com inteligência emocional as dificuldades da vida, ser otimista, potencializar o lado bom do que acontece, atitudes positivas diante de situações desafiadoras, envolvimento com pessoas que o respeitem e assim por diante. Fatos bons, que, acreditando na lei universal da ação e reação, devem criar uma onda positiva que permitirá surfar com sucesso.

Círculo vicioso – atitudes repetitivas que promovem o resultado que você não quer, mas não sabe como evitar, ou que simplesmente não entende nem percebe. Algo que provavelmente lhe faz muito mal, de que você gostaria de mudar o rumo das consequências, que já são sabidas.

Nosso cérebro é capaz de criar a substância reticular ascendente, ou seja, uma vez definido um objetivo, vamos criar condições para que a ação seja realizada. Um exemplo prático: você define comprar um tipo de carro na cor vermelha. Como a informação entrou no seu radar, fatalmente sua visão conseguirá identificar aquele carro e naquela cor com frequência.

Dessa forma, convido você para, junto comigo, criar cada vez mais círculos virtuosos. Vale a pena acreditar em boas maneiras, respeito, educação, empatia, sorriso sincero e gratuito. Porque muito provavelmente você atrairá pessoas que vibram na sua frequência e criará condições favoráveis que retornarão a você.

Eis o que eu acredito que contribui para obter cada vez mais sucesso no círculo virtuoso:

Ser um líder de alta performance, desenvolver um trabalho sério e competente com a equipe, promover feedbacks genuínos, acompanhar com verdadeiro interesse a carreira de cada um.

Ser um funcionário colaborador, que agregue conhecimento a rotina de trabalho, que busque o autodesenvolvimento, esteja atento aos desafios da empresa e que use de muita criatividade.

Ser uma pessoa que conecte pessoas, que procure ser melhor a cada dia, que tenha luz própria, que se permita viver no presente como um presente, que se faça feliz. Afinal, precisamos lidar a cada dia com as consequências de nossos atos. Seja alguém com quem você se misturaria todos os dias.

Elaine Póvoas, diretora de Marketing e Alianças da Service IT, integradora de soluções e serviços de TI especializada em outsourcing e consultoria.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.

  • Invista no valoragregado.com

    Invista no valoragregado.com