Pipefy promove hackathon em sua área de negócios

No Dia do Trabalhador, 1º de maio, a Pipefy promoverá um hackathon, espécie de maratona entre profissionais para solucionar desafios existentes na empresa, entre seus colaboradores. A startup global de gerenciamento de processos eficientes desenvolveu um método para engajar a equipe e estimular a criatividade e a resolução de problemas rotineiros. O Pipefy Scalathon, como foi batizado, tem como objetivo apresentar ideias que poderão se converter em projetos estratégicos na área de Operações, devido ao crescimento acelerado da empresa, já presente em 150 países.

“O Pipefy Scalathon tem por base duas metodologias: utiliza princípios do Lean Startup na concepção e construção de mindset e se apropria do Design Sprint como framework básico de execução (etapas e dinâmicas)”, afirma Julio Assimi, Gerente de Desenvolvimento de Programa da Pipefy, que ainda destaca: “Um dos nossos objetivos com essa ação é utilizar um modelo totalmente transparente de gestão para expor desafios da empresa e empoderar nosso time a sugerir ações que poderão ser implementadas efetivamente no negócio. Isso é um reflexo claro da cultura colaborativa da empresa, sem fazer distinção do tempo de experiência e do conhecimento específico sobre determinado assunto”.

Por meio da exposição dos principais desafios da área de Operações da Pipefy, o Scalathon se propõe a despertar as potencialidades de cada pessoa do time para criar soluções viáveis e escaláveis que ajudem a atingir os objetivos estratégicos e financeiros da empresa. As iniciativas vencedoras se converterão em projetos priorizados e executados pelas equipes campeãs, em coordenação conjunta com a diretoria e líderes da área.

“Como resultado dessa ação, esperamos encontrar maneiras de impulsionar e fomentar recursos que ajudem a Pipefy a alcançar, de forma consistente, seus objetivos. Queremos promover a cultura colaborativa e visão holística dos desafios da empresa, assim como oferecer conhecimento e ferramentas para que nossa equipe amplie seu repertório e se torne cada vez mais capacitada”, finaliza Assimi.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.