StartOut Brasil está com inscrições abertas para ciclo Toronto

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

O StartOut Brasil, programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo, está com as inscrições abertas para o segundo ciclo de 2019. Os empreendedores interessados em participar da imersão em Toronto (Canadá) terão até o dia 8 de abril para preencher o formulário disponível em http://www.startoutbrasil.com.br/ciclo/toronto/.

De acordo com Igor Nazareth, Subsecretário de Inovação no Ministério da Economia, o Brasil tem muitas startups que desenvolvem soluções incríveis, mas que precisam ganhar competitividade no mercado internacional. “Assim como acontece com os negócios tradicionais, a maior parte das startups brasileiras tem foco no mercado interno, e muitas vezes perdem o timing e oportunidades no exterior. Criamos o StartOut Brasil para ajudar essas empresas a terem um mindset global, a exportarem suas soluções e se estabelecerem em outros países de forma mais segura e assertiva.”, afirma Nazareth.

O programa é destinado a startups brasileiras que já tenham tração no mercado doméstico e condições concretas de se internacionalizar, sem comprometer suas operações no país. Para participar, as empresas precisam ter faturamento (de preferência acima de R$500 mil por ano) ou já ter recebido algum tipo de investimento.

O formulário deve ser preenchido obrigatoriamente em inglês, de forma detalhada e apresentando dados corretos e específicos sobre a empresa e mercado alvo. Cada inscrição será inicialmente analisada por avaliadores das instituições organizadoras e as 40 startups mais bem posicionadas serão avaliadas por especialistas no mercado de destino.

Serão selecionadas 15 startups brasileiras que nunca participaram ou fizeram parte de apenas um ciclo do programa e até cinco startups classificadas como graduadas, ou seja, aquelas que participaram de dois ou mais ciclos do StartOut Brasil. O resultado será anunciado no dia 7 de maio.

Preparação para a missão

As empresas aprovadas passarão por um processo de preparação para a missão, que terá duração de um a dois meses e que incluirá acesso à plataforma “Passaporte para o Mundo” (ambiente virtual com informações sobre as oportunidades de negócios internacionais) e workshop presencial com apresentações sobre o ecossistema de destino, treinamento de pitch presencial e encontro com o matchmaker, que organizará as reuniões de negócio em Toronto.

As startups selecionadas na categoria Ampla Concorrência contarão ainda com sessões de consultoria com especialistas em expansão internacional; interação com mentores com experiência no mercado canadense; sessões de treinamento de pitch online; e sessões de consultoria após o retorno da missão, para suporte e orientação com relação aos próximos passos.

Missão em Toronto

Entre os dias 23 e 28 de junho de 2019, os empreendedores terão uma agenda intensa no Canadá, que contará com treinamento de pitch internacional; conexão com clientes, parceiros e investidores; visitas a ambientes de inovação; acesso a workshops com prestadores de serviços; reuniões com potenciais parceiros de negócios; e imersão no ecossistema de inovação de Toronto.

A todas as startups são oferecidas ainda possibilidades de apoio para promoção de exportação do produto/serviço, instalação no país visitado, atração de investimentos e diversas possibilidades de conexões a uma rede internacional de parques tecnológicos, incubadoras, aceleradoras e coworkings.

A Cônsul-Geral do Brasil em Toronto, Ana Lélia Beltrame, comemorou a inclusão da cidade no calendário 2019 do programa. “Como o Canadá é um dos destinos mais abertos e receptivos para a internacionalização de empresas e um dos mais dinâmicos ecossistemas de inovação do mundo, as startups participantes serão fortalecidas e ganharão experiência sem precedentes para seu modelo de negócios, fazendo-o mais competitivo internacionalmente”, comenta Ana Lélia.

Reconhecimento e Landing

Ao retornar da missão, as startups continuam recebendo acompanhamento personalizado para aprimorarem sua estratégia de expansão e maximizar as oportunidades identificadas no exterior. “Um diferencial do StartOut é que as startups são acompanhadas por 18 meses, desde a preparação para internacionalização até a geração de negócios no país de destino”, finaliza o gerente de inovação do Sebrae, Célio Cabral.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.