Instituto Alpha Lumen promove vaquinha online para apoiar viagem de alunos a evento de robótica internacional

Instituto Alpha Lumen promove vaquinha online para apoiar viagem de alunos a evento de robótica internacional

Fomentar o interesse por ciência e tecnologia ajuda a impulsionar a criatividade e o empreendedorismo entre jovens estudantes. Pensando nisso, o Instituto Alpha Lumen – IAL, organização sem fins lucrativos que busca soluções de impacto social por meio de ações educativas, acaba de lançar o Alphabots, projeto voltado para o desenvolvimento de competências na área STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática) entre alunos do ensino médio.

O Alphabots #1860 tem como objetivo principal inspirar os jovens a serem líderes e inovadores em ciência e tecnologia, com destaque para o FIRST Robotics Competition, torneio internacional de robótica entre alunos do ensino médio realizado pela Fundação FIRST (Para inspiração e reconhecimento da ciência e da tecnologia, em inglês), organização norte-americana que visa estimular nos jovens o interesse por essas áreas de conhecimento.

A participação da equipe #1860 na FIRST Robotics Competition envolve custos de inscrição, documentação, passagens aéreas, hospedagem e alimentação. Por isso, o Instituto Alpha Lumen está promovendo uma vaquinha online para apoiar a ida dos alun0s ao evento. “Já foram arrecadados US$5.000 por meio de patrocínio via Grant pela Novelis e pela Boeing para o pagamento da inscrição”, conta Nuricel Aguilera, fundadora do IAL “A Alphabots #1860 está buscando outras empresas para parcerias e lançando um financiamento coletivo para ajudar a arcar com as despesas”. Para quem quiser colaborar, é só acessar o link que leva para a página de crowdfunding: http://www.kickante.com.br/campanhas/alphabots-1860-do-brasil-mundo

O propósito da FIRST, que reúne participantes dos cinco continentes e tornar o aprendizado mais divertido para os estudantes, e estabelecer as bases para um futuro em que os jovens possam sonhar em serem ícones da ciência, e não somente artistas ou atletas de sucesso.

Como funciona

O Alphabots #1860 desenvolverá o robô e viajará para os Estados Unidos, até a cidade de Troy (Nova Iorque), onde a competição propriamente dita se dá entre os dias 6 e 9 de março. Os jogos incluem uma tarefa realizada pelo o robô no modo autônomo (ou seja, trabalhando apenas com a programação inserida) nos primeiros segundos, um desafio geral e uma última tarefa a cumprir nos últimos segundos. Todas as partidas são jogadas em alianças de três equipes cada uma, para incentivar o trabalho em conjunto. Apesar de se tratar de um torneio de robótica a FIRST Robotics Competition tem mais 25 modalidades de premiação, que contemplam desde questões técnicas até a empolgação da torcida. Mas o principal prêmio é o Chairmans Awards, que reconhece o impacto positivo do projeto na comunidade em que está inserido.

“A FIRST Robotic Competition vai muito além da robótica. É uma competição que busca transformar a sociedade ao possibilitar que os jovens se divirtam enquanto aprendem conceitos essenciais de ciência, tecnologia e cidadania”, conta Nuricel. “Neste torneio, a preocupação em ajudar a comunidade em que se vive está em primeiro lugar, e é essa atitude colaborativa que desejamos incentivar”.

Comments are closed