Mais de 86 mil anúncios, links e sites com conteúdos que infringem o Direito Autoral de Softwares foram removidos em 2018

Em 2018, a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) removeu da web, ao todo, 86.061 anúncios, links e sites com conteúdos que davam acesso a arquivos que violam o Direito Autoral e a Propriedade Intelectual dos associados da entidade.

“Apesar da evolução tecnológica ter ajudado a diminuir a pirataria de software, com a oferta dos programas de computador na nuvem, os números do mercado brasileiro ainda são preocupantes. De acordo com a BSA | The Software Alliance, 46% de todos os softwares comercializados no Brasil são piratas”, comenta Francisco Camargo, presidente da ABES

O balanço do monitoramento da ABES aponta uma redução de 8,72% em relação a 2017, onde um total de 87.716 anúncios, links e sites com conteúdos ilegais foram removidos. “Essa variação demonstra uma diminuição da oferta de conteúdo ilegal disponível em relação a 2017, mas ainda assim quase 5% maior que em 2016, onde o total de remoções foi de 76.273”, avalia Francisco.

A entidade contabilizou 40.944 links removidos por violarem os direitos de propriedade intelectual. Foram retirados do ar 43.288 anúncios que promoviam produtos piratas. Além disso, a entidade foi responsável por derrubar 77 websites que ofereciam downloads ilegais de software.

A ABES faz um monitoramento contínuo da internet e notifica diretamente os próprios portais de e-commerce e os provedores de acesso, quando identifica um conteúdo que viole a propriedade intelectual de seus associados.

Esta ação tem o objetivo de proteger os consumidores, que podem estar expostos a vírus, malwares e sequestro de dados. Também protege o consumidor que pode estar infringindo as leis brasileiras de propriedade intelectual sem saber.

O monitoramento de internet faz parte da iniciativa da ABES, “Uma Empresa Ética”, que visa promover a concorrência saudável e ética na economia. A entidade ainda conta com um portal de denúncias anônimas contra a pirataria de software. Qualquer pessoa pode fazer uma denúncia por meio deste site: www.denunciepirataria.org.br.

Veja abaixo os números dos últimos anos:

Gráfico com a evolução do total de anúncio em sites de leilão, links e websites removidos de 2009 a 2018:

Gráfico com resultado do Monitoramento de Internet em 2018:

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.