Booking.com anuncia as finalistas do Technology Playmaker Awards 2019

Booking.com anuncia as finalistas do Technology Playmaker Awards 2019

Hoje, a Booking.com, uma das maiores empresas de e-commerce do mundo e líder em tecnologia digital, anunciou as finalistas da segunda edição do Booking.com Technology Playmaker Awards. Lançada em setembro de 2017, esta premiação visa reconhecer e homenagear mulheres que trabalham mundo afora ultrapassando barreiras e que através da tecnologia, vêm transformando negócios, setores, comunidades e a sociedade.

A lista completa e informações sobre as principais finalistas estão aqui: http://techplaymakerawards.com/finalists
Este ano, há finalistas de mais de 20 países, incluindo EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Irlanda, Espanha, Holanda, Finlândia, Lituânia, Ucrânia, Canadá, África do Sul, China, Índia, México, Nigéria, Marrocos, Arábia Saudita, Bahrein e Gana, comprovando que mulheres de todas as partes do mundo estão usando a tecnologia de forma original e impactante. Diferentemente da premiação de 2018 em que as inscrições estavam abertas apenas na Europa, a premiação deste ano foi aberta para mulheres do mercado da tecnologia no mundo todo e de qualquer patamar ou campo relacionado à tecnologia.

As sete categorias do Technology Playmaker Awards 2019 foram planejadas para reconhecer o impacto e a contribuição das mulheres do mercado da tecnologia em áreas como empreendedorismo, inovação, impacto na comunidade e liderança, entre outras. As 6 finalistas e a vencedora serão divulgadas em um jantar de gala em Londres, Reino Unido, no dia 13 de março juntamente com o Technology Playmaker de 2019. As finalistas e demais participantes do evento – incluindo mulheres e apoiadoras de empresas de tecnologia, fundadoras de start-ups e profissionais de tecnologia – ouvirão Eileen Burbidge, MBE, venture capitalist (investidora) e sà ³cia fundadora da Passion Capital, bem como Hadeel Ayoub, a vencedora do Technology Playmaker do ano passado e fundadora e CEO da BrightSign, uma start-up de tecnologia que desenvolve inovações para facilitar a comunicação de indivíduos com deficiências verbais.

“Após a nossa primeira premiação do ano passado, recebemos o dobro de inscrições de mulheres do mercado da tecnologia extremamente talentosas e inspiradoras, de quase o dobro de países, resultando em finalistas de alta qualidade,” afirmou Gillian Tans, CEO da Booking.com. “Na lista de finalistas é possível notar a incrível dimensão das conquistas e contribuições que essas mulheres fazem diariamente em vários estágios da carreira na área de tecnologia. Desde jovens empreendedoras que desenvolveram um dispositivo único que, junto com um processamento inteligente de dados, permite que mulheres façam exame de câncer de colo de útero em casa, até uma líder digital que desenvolveu uma plataforma que detecta a localização de uma pessoa após um terremoto, estamos simplesmente impressionados com a dimensão das contribuições que as mulheres do mercado de tecnologia têm feito para a sociedade, comunidade e negócios.”

As vencedoras serão selecionadas por um respeitado grupo de jurados, composto por executivos de empresas de tecnologia multinacionais e start-ups bem sucedidas como Skyscanner, Happn, Booking.com, WeTransfer, Amazon Web Services, Wormhole e All Turtles, além de representantes do ramo acadêmico, do Parlamento Europeu e do mundo da mídia. A vencedora de cada categoria ganhará um prêmio de 5 mil euros. A grande vencedora, que será selecionada entre as ganhadoras das categorias individuais, receberá um prêmio adicional de 10 mil euros.

“Uma pesquisa recente da Booking.com, feita para entender melhor o desafio da diversidade de gêneros no mercado da tecnologia, indicou que 43% das mulheres na área da tecnologia do mundo todo querem ver mais exemplos de mentoras no setor. Homenagear e reconhecer o sucesso das mulheres que têm transformado a área de tecnologia é importante para a Booking.com, pois isso ajuda a valorizar suas trajetórias e incentiva mais mulheres a entrarem nesse ramo e superarem as fronteiras do que elas podem conquistar. Se nós realmente visamos um futuro com mais diversidade e igualdade de gênero, temos que motivar as mulheres nas suas jornadas na área de tecnologia, assim elas podem continuar inovando e inspirando as gerações futuras,” concluiu Gillian Tans.

Comments are closed