• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

Gestão interna inovadora melhora a performance das empresas

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Gerir uma equipe implica em sempre inovar para que os funcionários se sintam motivados a performar e produzir mais. Ir além do ambiente tradicional e administrar uma empresa significa motivar a equipe a buscar suas metas e resultados. Iniciativas pautadas em intraempreendedorismo, crescimento coletivo e enriquecimento pessoal de cada funcionário trazem à empresa um ambiente mais rico e um time motivado. Entre aulas de filosofia e bibliotecas coletivas, empresas estão inovando na gestão de seus times.

Segundo estudo da consultoria Deloitte feito em 30 países, cerca de 43% dos líderes de recursos humanos acreditam que estas inovações na gestão das equipes ajudam a missão e visão da empresa. Além disso, 61% destes respondentes apontaram melhoras na produtividade e resultados financeiros. Para melhorar a produtividade muitas empresas que vão além no gerenciamento de sua equipe, em prol do desenvolvimento pessoal e coletivo de seu núcleo.

No LinkApi, plataforma de integração B2B (IPaaS – Integration Platform As A Service), todas as sextas-feiras são ministradas aulas de filosofia pelo CEO da startup, Thiago Lima. Nesses encontros são trabalhados autores como Hegel, Nietzsche, Sun-Tzu, entre outros, todos aplicados para os desafios pessoas e profissionais dos funcionários. “Quanto mais pessoas eu tenho pensando em estratégias, melhor. Quero provocar autonomia de pensamento para cada um. Acho que quanto mais você traz um ambiente distinto de gestão interna é mais fácil para atrair talentos”, explica o CEO.

Na startup brasileira especializada em pesquisas digitais MindMiners o funcionários têm o MinersBook que consiste em um budget ilimitado para aquisição de livros (digitais ou físicos) de qualquer natureza. Os funcionários também ganham um investimento por trimestre para realização de cursos de desenvolvimento e a cada 15 dias é realizada uma reunião com o time todo, chamada de Staff Meeting. Nessas reuniões de alinhamento com todas as áreas, uma pessoa da equipe é homenageada com um reconhecimento pelo trabalho que está realizando na MindMiners.

A GhFly, agência referência em marketing digital e líder em performance, possui uma universidade corporativa para qualificar os profissionais, gerando desenvolvimento e impacto de relevância no mercado.São, em média, 80 horas de treinamento para os integrantes do time. De acordo com a Associação Brasileira de Treinamentos e Desenvolvimento, a média brasileira de treinamentos é de 1,3h/mês e a média da GhFly é de 20h/mês, quinze vezes maior que a carga média de treinamentos.

Na leadlovers, plataforma de automação de marketing digital, semanalmente seus colaboradores têm sessões de coaching. A empresa disponibiliza uma verba semestral que cada colaborador possa usar para custear cursos de interesse. Na Solides, hrtech mineira especializada em gestão comportamental e people analytics, há uma área de desenvolvimento e treinamento onde os colaboradores se reúnem todos os dias, entre às 13h e 14h, para discutir sobre diferentes assuntos.

A Propz, plataforma de big data, realiza ações internas para manter os funcionários motivados. Há o “Game Propz”, criado para fazer os colaboradores conhecerem as habilidades, pontos fortes e fracos uns dos outros e trocar novas experiências. Durante a ocasião, um funcionário é escolhido para compartilhar as suas motivações e depois esse tema é colocado em discussão.

Na Fast Agro, empresa focada no desenvolvimento de soluções para a fisiologia das plantas, é feito um mapeamento interno com feedbacks trimestrais. Em seguida é estruturado um plano de desenvolvimento contínuo que inclui ações como cursos, treinamentos, entre outros. É a maneira encontrada para reconhecer o trabalho desenvolvido pelos funcionários, investindo em um plano de carreira personalizado.

A Diwe, primeira agência de profound marketing do país que oferece aos Diwers cursos para desenvolvimento de soft skills (competências que pertencem a personalidade e comportamento do profissional). Os treinamentos são sobre inteligência emocional, finanças pessoais, desenvolvimento de liderança, entre outros. A empresa também tem uma área que se chama People First, dedicada à saúde mental dos colaboradores. Uma psicóloga fica disponível para conversar com os colaboradores e instruir os gestores a como extrair o melhor dos seus liderados.

O Qranio, plataforma mobile que auxilia empresas na criação de programas de treinamentos personalizados e tem um aplicativo que usa gamificação para estimular seus usuários com conteúdos educacionais, tem como missão ajudar os seus colaboradores a realizar seus sonhos. Para que isso seja possível o gestor de cada área ou até mesmo próprio o Samir Iásbeck, CEO e fundador do Qranio, se reúne com cada funcionário em particular para definir o que ele precisa fazer para atingir seus objetivos e assim oferecer ajuda com os próximos passos.

Na Convenia, software na nuvem de gestão, são disponibilizados cursos, aulas, workshops e um programa interno chamado “Dojo”. Nele os colaboradores compartilham seus conhecimentos com o objetivo de trocar experiências. Entre os temas estão Educação Financeira, Legislação Tributária com especialista em BPO de folha de pagamento, Programação básica (PHP), Treinamento sobre eSocial, Técnicas de vendas para área comercial e Recrutamento e Seleção para o RH.

205 Total Views 2 Views Today
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO