• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

IBM anuncia os projetos vencedores do Call for Code, desafio global para mitigar efeitos de desastres naturais

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

A IBM, parceira fundadora do programa Call for Code, e a David Clark Cause, juntamente com os parceiros humanitários Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas e a Cruz Vermelha Americana, anunciam as soluções vencedoras do primeiro desafio global Call for Code.

Call for Code é uma iniciativa de 30 milhões de dólares com duração de cinco anos que conta com o apoio da The Linux Foundation, VC Partner New Enterprise Associates (NEA) e mais de 80 instituições comerciais, humanitárias e acadêmicas, que desafia desenvolvedores e cientistas de dados a criar soluções técnicas escaláveis para os principais problemas sociais que o mundo enfrenta hoje. Em 2018, o desafio foi planejar e responder de forma eficiente aos desastres naturais.

O vencedor do prêmio de 200 mil dólares foi o Projeto OWL, que significa “Organization, Whereabouts, and Logistics (Organização, Localização e Logística). Ela conta com uma infraestrutura de comunicação off-line que fornece a socorristas uma interface simples para gerenciar todos os aspectos de um desastre. A rede física (chamada clusterduck) é formada por dispositivos móveis (ducks) que criam uma malha capaz de enviar comunicações baseadas em fala, utilizando sistemas conversacionais para um aplicativo central. Este aplicativo, que é o sistema de gerenciamento de incidentes de software OWL, usa análise preditiva e várias fontes de dados para criar um painel para os socorristas.

“Uma vez que esta rede de ‘ducks’ é implementada e posteriormente agrupada, os usuários podem acessar os dispositivos por meio de uma interface totalmente intuitiva e contatar os socorristas com uma lista de informações essenciais para eles”, explica Magus Pereira, membro da equipe OWL.

A solução utiliza as mais recentes APIs de IBM Watson Studio, serviços de Watson AI e APIs de Weather Company – todas construídas em IBM Cloud.

“Ao longo de sua história, a IBM apostou na habilidade de pessoas curiosas para melhorar a humanidade com tecnologia inovadora. Além disso, desde a colaboração em Linux e Java até Kubernetes e Hyperledger, a IBM acredita fortemente na importância de trabalhar de forma aberta para que todos possam se beneficiar das melhores ideias “, afirma Bob Lord, Chief Digital Officer da IBM. “Hoje, com a capacidade de processamento de dados em escala com segurança, utilizando ferramentas sofisticadas como inteligência artificial, cloud, blockchain e IoT, os desenvolvedores estão liberando o poder do código aberto da IBM para promover mudanças rapidamente, em mais lugares e de maneiras mais significativas do que nunca”.

O Projeto OWL será implementado pelo IBM Corporate Service Corps. Os membros da equipe, que são de Nova York e da Carolina do Norte, nos EUA, terão a oportunidade de apresentar o projeto para a empresa de venture capital NEA e pleitear um potencial investimento na ideia.

Outros projetos finalistas

Ao ver os danos causados pelo terremoto de 2015 no Nepal, a equipe Post-Disaster Rapid Response Retrofit (PD3R ) de Katmandu e Bogotá, Colômbia, que ficou em segundo lugar, criou uma solução para fornecer às famílias deslocadas acesso imediato aos conselhos de engenharia após um desastre natural. Sua solução é baseada em IA, ensinada por imagens modelo em 3D.

A equipe de São Francisco, Lali Wildfire Detection, criou uma solução para prever a propagação de incêndios florestais em tempo real com o uso de redes de sensores. Inspirado pela experiência em primeira mão de um colega de equipe, que cresceu em meio a incêndios no Equador, o Projeto Lali ficou em terceiro lugar.

O PD3R e o Project Lali receberam, cada um, 25 mil dólares. As três soluções vencedoras também receberão suporte de código aberto de longo prazo da The Linux Foundation.

Mais de 100.000 desenvolvedores e cientistas de dados de 156 países participaram do Call for Code Challenge, criando mais de 2.500 aplicativos.

Entre os jurados do desafio, estão o ex-presidente norte-americano Bill Clinton; Jim Zemlin, diretor executivo da The Linux Foundation; Kate Gilmore, Deputy High Commissioner do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas; Dr. Irwin Redlener, diretor do Centro Nacional de Preparação para Desastres do Earth Institute of Columbia University; Deborah Dugan, diretora executiva RED e Grace Kim, líder de design e pesquisa no Twitter.

235 Total Views 2 Views Today
Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO