Dicas de como escolher o melhor coworking para você e sua empresa

Coworking deixou de ser uma tendência e tornou-se uma realidade no Brasil e no mundo. Um negócio em franca expansão. O Censo Coworking Brasil 2017 revelou que, em apenas cinco anos, estes espaços compartilhados de trabalho movimentaram 82 milhões de reais em 2016, e registraram crescimento acima de 100% no mesmo ano. Já o estudo Global Coworking, da DeskMag, tem uma projeção de que até 2022 o número de coworkings pelo mundo chegue a 30 mil, com milhões de pessoas trabalhando nesses espaços.

Quem decide trabalhar num coworking, faz esta escolha pelos inúmeros benefícios, que vão desde os gastos mensais mais baixos, em comparação a manter escritório próprio e todos os serviços necessários, até a possibilidade de networking e fechamento de negócios, entre outros. No entanto, escolher um espaço compartilhado de trabalho merece atenção, e diversos pontos devem ser observados. Afinal, é importante que o local favoreça o rendimento profissional, a geração de negócios e o crescimento do empreendimento, além de promover uma experiência agradável e positiva.

Sendy Cristani, sócia e COO do COPA Network, dá algumas dicas para quem está em busca de um coworking:

1) O coworking tem de ser condizente com o seu perfil e o da sua empresa

Estes espaços de trabalho compartilhados não são todos iguais, por mais que ofereçam uma estrutura básica parecida. Cada coworking tem sua personalidade. É importante escolher o que tem a ver com o seu perfil e o de sua empresa, justamente para que haja produtividade e crescimento. Por isso, faça visitas aos locais que lhe interessam. Se puder, passe um dia trabalhando no local para sentir o ambiente e a conexão das pessoas a fim de avaliar qual é o mais viável para atender suas expectativas.

2) Saiba quem são os outros profissionais e empresas presentes

Há coworkings que são segmentados, ou seja, todos os empreendedores e empreendimentos atuam no mesmo ramo, e há os que englobam profissionais e empresas das mais diversas áreas. Independente do tipo de espaço de trabalho compartilhado, veja se você e sua empresa vão se beneficiar com estes contatos, e como você, e toda sua experiência, pode contribuir com os outros membros.

3) Como o local favorece o crescimento do profissional e da empresa

Para integrar a comunidade local e promover o networking, é importante que o coworking promova happy hous, palestras, workshops, cursos, eventos e outras atividades. “Além de tudo isso, os funcionários do COPA estão preparados para também promover a integração no dia a dia, mesmo que seja um bate-papo no café, por exemplo”, explica Sendy.

4) Localização

O coworking deve ter uma localização privilegiada na cidade e de fácil acesso, inclusive para quem utiliza transporte público.

5) Estrutura e serviços

Além das posições de trabalho, veja se o coworking tem recepção, auditório, sala de reuniões, espaços de lazer e eventos, copa, cozinha e cabines privativas para ligações telefônicas ou chamadas em vídeo, entre outras áreas. Atente também para a qualidade da Internet e do sinal de telefone, o fácil acesso aos funcionários do espaço, à limpeza e segurança. Sendy revela que “há pessoas que avaliam a iluminação do local, a qualidade dos móveis, se o espaço é silencioso ou muito barulhento e outros detalhes mais”.

5) Acesso 24/7

Poder utilizar o local 24 horas por dia, sete dias por semana faz muita diferença. “Bons negócios, reuniões, oportunidades e pico de criatividade e produtivade podem acontecer a qualquer momento”, ressalta a COO.

6) A possibilidade de usar o endereço do coworking como seu endereço comercial

Possuir um endereço comercial pode ser importante na estratégia de geração de negócios de uma empresa. Ainda mais quando o local está situado num ponto estratégico e valorizado da cidade. Portanto, poder utilizar o endereço do coworking como seu endereço comercial é algo positivo.

7) Mesmo quem viaja muito pode se beneficiar dos coworkings

Coworkings em rede possuem unidades em diversas cidades, e até outros países, ou mesmo parcerias com outros espaços de trabalho compartilhados. Isso beneficia quem viaja com frequência, uma vez que não precisará trabalhar em quarto de hotel, cafés ou procurar espaço adequado onde estiver.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.