• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

É possível poupar mais de R$ 1 mil optando pela conta digital, alerta PROTESTE

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Ao examinar o extrato bancário, é possível notar despesas supérfluas, tarifas cobradas por transações e pacotes de serviços da instituição. Notar e equilibrar esses gastos pode resultar na economia de valores consideráveis, que podem facilmente ultrapassar a casa dos R$ 1.000,00 anuais.

Tendo isso em vista, a PROTESTE, associação de consumidores, analisou dois tipos de clientes: aqueles com fraca movimentação bancária e os que têm necessidade de efetuar inúmeras operações mensais, com e sem o uso de cheques. Também foram avaliados os que realizam suas movimentações bancárias exclusivamente por meio da Internet ou por terminais automáticos.

Simulando esses hábitos, a associação pôde notar que o valor dos pacotes pode variar de R$ 5,90 (Click Conta, do Bradesco) a R$ 99,00 (Santander Select Mais, do Santander). Isso ressalta a importância de, acima de tudo, escolher a conta corrente mais adequada para cada bolso.

Ainda na pesquisa, foi possível identificar variações consideráveis nos pacotes padronizados de valores mensais, como por exemplo, o Padronizado IV, cujo preço vai de R$ 32 (no Banrisul) a R$ 45 (no Original). Em um ano, o montante pode pesar no bolso do consumidor.

Entretanto, a alternativa mais atraente é usar contas eletrônicas gratuitas, que agora se restringem à oferecida pelo Banco Inter, com os bancos Original e Neon comercializando as versões pagas.

As três instituições – Itaú, Banco do Brasil e Bradesco – que forneciam esses serviços ilimitados e gratuitos, incluindo DOCs e TEDs (desde que as transações fossem feitas por Internet ou por canal eletrônico) acabaram com essa opção para clientes novos. Essas mudanças prejudicam, e muito, os consumidores, já que as modalidades eletrônicas possibilitavam economias substanciais face às contas tradicionais.

No caso, estudos anteriores da PROTESTE verificaram a possibilidade de poupar até R$ 1.188 ao ano, numa comparação entre a cesta mais cara, com custo de R$ 99 mensais, e a gratuidade do pacote digital.

A boa notícia é que deixar de lado o uso de cheques e o atendimento presencial e optar por uma conta eletrônica sem custos, também garantirá ao consumidor uma economia de R$ 1.188 ao ano, em contraste com a cesta Santander Select Mais, de R$ 99 mensais.

Na mesma pesquisa, o pacote digital oferecido pelo Banco Inter é a escolha certa tanto para o cliente de pouco uso quanto para o que possui considerável demanda para transações bancárias. Ele é o único que, de fato, tem a conta digital gratuita.

Também é preciso ficar atento aos direitos. Os bancos têm a obrigação de divulgar o valor de cada tarifa e taxas cobradas, além de quais serviços estão inclusos nas cestas comercializadas. E, apesar de poderem aumentar os encargos até duas vezes por ano, o cliente deve ser avisado com, no mínimo, 30 dias de antecedência.

Para comparar as contas correntes, a PROTESTE criou um simulador, com os perfis básico, moderado e frequente: http://www.proteste.org.br/dinheiro/conta-corrente/simulador/contas-bancarias.

92 Total Views 2 Views Today
Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias