• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

O que você ainda não sabe sobre impressão 3D?

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

A impressão 3D já é uma realidade, mas como de fato funciona, quase ninguém sabe. Quer tirar algumas dúvidas básicas? O especialista em Performance Materials (Plásticos) da UL, Marcelo Fontoura, explica o que você quer saber:

– Por que o processo se chama impressão 3D? Impressão não tem que ser no papel?

Não! Chama-se de impressão 3D, pois o processo ocorre em três dimensões e o produto possui exatamente as mesmas características de um produto fabricado por métodos tradicionais. Mas, não ocorre como numa impressora comum. Na verdade, envolve adicionar camadas de um produto até chegar ao produto final. Por isso, o nome técnico é manufatura aditiva.

– Para que ela serve? Dá para imprimir qualquer tipo de objeto?

Basicamente tudo pode ser impresso em 3D. Utilizando diferentes tipos de matérias-primas chega-se a uma enorme variedade de produtos. No início, a impressão 3D era uma tecnologia apenas utilizada com o intuito de criar protótipos para testes e homologação, mas hoje já se utiliza a impressão 3D para produção em série de inúmeros produtos.

– Então, se a pessoa quiser imprimir em casa objetos restritos, como armas, ela pode?

É contra a lei, mas se a pessoa possuir a tecnologia ela pode imprimir até uma bazuca, se quiser.

– Para imprimir um carro, por exemplo, a impressora tem que ser do tamanho do veículo?

Não, na verdade funciona mais como na indústria tradicional, em que são produzidas várias peças de tamanhos diferentes e depois é feita a montagem dos produtos maiores.

– Uma impressora 3D é muito cara?

O valor de uma impressora 3D pode variar muito, dependendo do tamanho, velocidade, e da matéria prima a ser utilizada, entretanto os modelos mais básicos, para uso em menor escala, possuem valores extremamente acessíveis, na ordem de USD 3.000,00.

– Só pode usar plástico na impressão 3D?

Não! A impressão 3D pode ser feita com uma gama maior de matérias- primas, como diversos tipos de polímeros e/ou resinas, metais, poliamidas e etc.

– O fato da impressão 3D usar principalmente plásticos não vai aumentar a poluição?

A impressão 3D irá coexistir com os processos tradicionais de produção que também utilizam plásticos como matéria-prima havendo, portanto, uma troca de tecnologias de produção.

– Por que se diz que impressão 3D é o futuro?

Podemos dizer que está afirmação já está desatualizada porque a impressão 3D já é uma realidade. Exemplos que nos fazem acreditar que a impressão 3D já uma tecnologia atual podem ser facilmente encontrados. Você poderia imaginar um prédio de seis andares, totalmente construído com impressão 3D? Uma máquina de vendas de sapato que realiza a leitura do seu pé em três dimensões e após você escolher a cor e modelo, imprime o sapato no mesmo momento? Um pneu de bicicleta que não fura? Todos estes são exemplos reais!

89 Total Views 1 Views Today
Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias