Brasil tem mais de 120 startups com soluções para área de RH, revela estudo Liga Insights HR Techs

No Brasil, existem atualmente 122 startups com soluções tecnológicas para o segmento de Recursos Humanos, sendo que 17% delas trazem soluções para a área de Recrutamento e Seleção, outros 17% em Cursos, Treinamentos e Learning, seguido pelas startups com soluções para Pontos, Operações e Folhas de Pagamento com 12%. Outras 10% oferecem tecnologias para a Saúde Ocupacional e 9% para Avaliação de Performance; Plataforma de Vagas e Engajamento de Funcionários ficam com 7% cada; no final da lista temos Análise de Pessoas e Perfis (People Analytics) com 5%, mesma porcentagem da área de Gestão de Benefícios e portais de Temporários / Freelancers.

Os dados são do Liga Insights HR Techs – insights.liga.ventures/hrtechs -, maior estudo já feito no Brasil sobre startups do setor, realizado pela Liga Ventures – aceleradora e0specializada em gerar negócios entre startups e grandes empresas – que analisou um banco de dados com mais de 8 mil startups em todo país e destacou as que atendem o setor de RH.

O levantamento apresenta o crescimento no número de HR Techs nos últimos anos no Brasil e revela uma tendência para os próximos anos: incluir cada vez mais soluções tecnológicas para melhoria de áreas como Aquisição de Talentos, Operações, Desenvolvimento Organizacional, Performance e Monitoramento. “As tecnologias para o setor de RH têm o propósito não só de solucionar problemas estruturais e operacionais, mas também de serem ferramentas para reinventar processos do segmento e dar espaço para o RH ser ainda mais ativo na estratégia das organizações”, explica Rogério Tamassia, cofundador da Liga Ventures.

Tecnologia ajuda na análise de comportamento, acompanhamento do bem-estar e engajamento dos colaboradores

As startups oferecem soluções para análise de dados e acompanhamento do comportamento dos colaboradores por meio de analytics e inteligência artificial. “Equipes de RH de grandes corporações já estão aplicando essas novas tecnologias para entender e analisar processos e pessoas, e essas novidades já mostram resultados bastante positivos, como redução de custos e do tempo gasto com atividades repetitivas, além de melhoria de performance e aumento do engajamento dos colaboradores”, analisa Raphael Augusto, startup hunter da Liga Ventures e responsável pelo estudo.

Maioria das startups são de São Paulo

Os estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de Janeiro concentram o maior número das startups do segmento. O estudo mostra, no entanto, que a grande maioria das startups estão localizadas em SP (66%), seguido de MG com 8%, SC e RJ ficam com 7%.

Liga Insights HR Techs

Veja o levantamento completo aqui:

insights.liga.ventures/hrtechs

Fonte:

Banco de dados com 8.434 mil startups brasileiras, que incluem inscrições para os programas de aceleração e eventos da Liga Ventures, recomendações, notícias em portais de negócios e busca ativa de startups.

O estudo contou com o apoio de conteúdo do Ibmec-SP e Astella Investimentos.

Número de startups no segmento: 122.

Entrevistados no estudo: mais de 20 pessoas – entre empreendedores e líderes de RH de grandes empresas.

Áreas das startups mapeadas:

– Plataforma para Entrevistas
– Gestão de Benefícios
– Temporários / Freelancers
– People Analytics (Análise de pessoas e perfis)
– Engajamento de Funcionários
– Plataforma de vagas
– Avaliação de Performance
– Saúde Ocupacional
– Controle de Ponto, Operações, Folha e GED
– LMS, Cursos, Treinamentos e Learning
– Recrutamento e Seleção

Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.