• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

Fintech movimenta R$ 28 milhões em empréstimos coletivos em 2017

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

No Brasil, empréstimos costumam ser associados a dívidas e por isso, acabam soando como algo negativo. Entretanto, empréstimos não necessariamente são feitos em um momento delicado da empresa. Eles também são uma ótima oportunidade para crescimento e investimentos, principalmente nos primeiros meses do ano, quando as companhias precisam de um incentivo para crescer, contratar mais funcionários entre outras despesas.

Com apenas dois anos de operação e pioneira no país na modalidade P2P – empréstimo coletivo -, a Nexoos (www.nexoos.com.br) – fintech que conecta pequenas e médias empresas que necessitam de empréstimos a potenciais investidores – comemora o aumento no número de investidores, de empresas investidas e também do valor arrecadado.

A comparação com o ano anterior demonstra um crescimento de 1300% no valor financiado, que passou de R$ 2 mi para R$ 28 mi. O marketplace de empréstimos fechou o ano com um recorde de financiamento: uma das rodadas de novembro teve R$ 1 milhão financiado para 12 empresas em apenas 10 minutos.

Entre as vantagens para a empresa e o investidor, o CEO da Nexoos, Daniel Gomes, destaca: “Neste modelo o investidor tem liberdade e sabe exatamente aonde está investindo, pois a empresa precisa detalhar o uso que fará do dinheiro arrecadado e o empreendedor também sabe qual o custo total do empréstimo, já com as taxas aplicadas. O processo é 100% digital e além de menos burocrático, oferece taxas de juros bem menores que as dos bancos convencionais, podendo ser até 70% menores”.

800% mais empresas investidas

O número de empresas financiadas também subiu de 21 para 203, um aumento de mais de 800%. Metade delas é do segmento de Serviços. Já a taxa de inadimplência se manteve estável, abaixo de 4%.

Pequenas e médias empresas com faturamento mínimo anual de R$ 250 mil podem solicitar empréstimos à Nexoos. A análise de crédito é digital e 90% automática, com o uso de inteligência artificial. As métricas para aprovação se baseiam em dados que apontam o potencial do negócio, como consultas automatizadas aos bureaus de crédito, pré-análise automática e até avaliações de redes sociais.

5 mil novos investidores

No que se refere aos investidores, eram 2 mil em 2016 e agora somam 7 mil, representando um crescimento de 250%. O investidor se cadastra na plataforma e investe um valor mínimo de R$ 6 mil na primeira rodada. Após este investimento inicial, ele tem a liberdade de escolha e decide quanto, quando e em qual PME quer investir.

Cada investidor pode emprestar até 5% do valor solicitado pela PME. É uma aposta na empresa, ainda que ele não adquira parte do negócio ou que tenha participação nos lucros.

412 Total Views 1 Views Today
Marcado , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO