Quase 7 em cada 10 profissionais brasileiros veem mais restrições das empresas em viagens corporativas

Quase 7 em cada 10 profissionais brasileiros veem mais restrições das empresas em viagens corporativas

Uma pesquisa da Booking.com, líder mundial em conectar viajantes com a mais ampla variedade de lugares para ficar, revelou que, dentre os brasileiros, 68% dos viajantes de negócios veem hoje uma restrição maior nos orçamentos e despesas de viagem das empresas do que nos anos anteriores. O levantamento foi conduzido com mais de 17 mil viajantes profissionais de 24 países e indica também uma mudança das preferências dos viajantes de negócios que faz com que as empresas busquem se adaptar para ser mais inteligentes e práticas na forma de encorajar e administrar as viagens de seus funcionários.

De acordo com a pesquisa, os profissionais que viajam reconhecem que sempre terão que se submeter aos controles de gastos corporativos e às políticas de viagens criadas pelas empresas para as quais trabalham, mas 6 em cada 10 (61%) viajantes do país preferem reservar suas próprias viagens para que possam selecionar sua acomodação preferida e quase metade (47%) dos brasileiros gostaria de mais liberdade e controle sobre a administração de suas viagens de negócios.

Além disso, o impacto da tecnologia nas viagens de negócios já está sendo sentido por profissionais – mais de dois terços (68%) dos brasileiros acreditam que as novas tecnologias e gadgets estão tornando as viagens de negócios mais personalizadas e eficazes do que nunca. Com a proliferação de ferramentas de reservas e gerenciamento de viagens online e aplicativos práticos para os usuários, os profissionais que viajam estão cada vez mais à procura da mesma facilidade, escolha e flexibilidade em seu ambiente de trabalho que eles têm ao reservar viagens e acomodações de lazer.

No entanto, atualmente, os funcionários também procuram maximizar todo o potencial de cada viagem de negócios, em termos de produtividade do trabalho e também ambições de crescimento individual, como obter inspiração, adquirir uma habilidade ou entender uma nova cultura melhor.

Para fazer isso, os funcionários brasileiros estão fazendo mudanças em como eles abordam as viagens de negócios:

– 35% muitas vezes pagam por despesas corporativas com fundos pessoais

– 27% preferem viajar com colegas para que possam juntar os orçamentos para uma refeição mais sofisticada

– Pouco mais da metade (53%) concordam que as viagens de negócios permitem que eles permaneçam em uma acomodação que eles não teriam como pagar do próprio bolso

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.