• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

Buildings implementa conceito de Big Data no Mercado Imobiliário brasileiro

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

A Buildings Pesquisa Imobiliária acaba de lançar o novo módulo “Empresas”, de sua ferramenta de pesquisa CRE Tool, que chega para melhorar ainda mais a visualização do mercado imobiliário corporativo. O aprimoramento é estratégico diante do alto número de informações digitais sobre esse mercado. Atualmente, a Buildings possui registro de 2.812 prédios em São Paulo (16,9 milhões de m²) e de 1.448 no Rio de Janeiro (10,3 milhões de m²), além dos 2.178 que ficam em outras localidades (11 milhões de m²). No mercado de condomínios de galpões logísticos, são 22,4 milhões de m² em 886 empreendimentos. Com isso, são 60,6 milhões de m², em 7.324 imóveis, que são monitorados e atualizados trimestralmente.

“Com 12 anos de registros históricos do mercado, além dos dados sempre atualizados, sempre tivemos dois focos: escritórios e, em determinado momento, passamos a trabalhar também o mercado de condomínios industriais e logísticos. Neste tempo, sempre monitoramos os ocupantes, proprietários, imobiliárias, construtoras, incorporadoras e os demais players do mercado imobiliário. Com os imóveis e empresas mapeados iniciamos o projeto que com orgulho chamamos de Real Estate Big Data“ explica Fernando Libardi, diretor da Buildings.

Raio-x Corporativo

O novo módulo de Empresas do CRE Tool não é apenas uma ferramenta de busca por ocupantes ou proprietários, é uma plataforma de análise que cruza e consolida dados das empresas no mercado imobiliário, mostra comportamentos, aponta tendências e centraliza em uma mesma base as informações.

Com a nova ferramenta é possível responder a perguntas que todos os profissionais do mercado imobiliário costumam fazer ou até mesmo ficam vários dias pesquisando, em meio a informações dispersas sobre um determinado player do mercado. No entanto, com poucos cliques nos módulos do CRE Tool, é possível ter acesso a informações como: os imóveis ocupados divididos por escritórios, industriais, perfil e classe; os valores dos contratos atuais; os proprietários de todos dos imóveis; as absorções líquidas, brutas, aquisições e vendas dos ativos; a taxa de vacância agrupada pelo tipo do imóvel ou individualmente; o histórico da ocupação, preço pedido, condomínio, IPTU, vacância e áreas; o pipilene de imóveis em construção, retrofit ou projeto; as ofertas e disponibilidades; entre outras.

Tecnologia

Para que o conceito de “Real Estate Big Data” fosse compreendido e monitorado, foi necessário por parte da Buildings um alto investimento em tecnologia, como servidores cloud, que escalam de forma rápida o processamento das informações de acordo com a demanda e volume e técnicas de data mining, inteligência artificial e reconhecimento de padrões, que permitem pré-processar o conteúdo do banco de dados.

279 Total Views 2 Views Today
Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO