E-commerce da Petz cresce 252% e já representa mais de 3% do faturamento

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Rede de pet shops é a segunda empresa com maior expansão de vendas online do país, com serviços que integram loja virtual e lojas físicas, assinaturas e descontos permanentes.

A Petz, a maior rede de pet shops em número de lojas, está entre as empresas que mais cresceram no comércio online no país em 2016. Segundo o ranking divulgado em outubro pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), a rede registrou o segundo melhor desempenho, com 252,47% de aumento nas vendas pela internet em um ano.

“A loja virtual já representa mais de 3% do nosso faturamento, sendo que há dois anos não chegava a 1%. A estratégia é focar cada vez mais na integração dos mundos físico e virtual para oferecer serviços que tragam praticidade à vida do cliente, e assim chegar a mais de 10% de representação do e-commerce na rede em até cinco anos”, afirma o diretor de supply chain e e-commerce da Petz, Marcelo Maia.

Preços competitivos, entregas no mesmo dia para compras em São Paulo, assinatura de produtos para recebimento recorrente em todo o Brasil, retirada de pedidos em loja física e descontos permanentes para clientes do clube de assinatura são alguns dos diferenciais disponíveis aos clientes da Petz, que deverá fechar o ano com 64 lojas e faturamento de R$ 750 milhões.

Integração

No ar desde 2008, o e-commerce passou por reformulação em 2015, com a integração logística da operação das lojas físicas com a loja virtual, o que aumentou a eficiência das entregas. “A operação do e-commerce está completamente integrada na cadeia de suprimentos que serve as lojas físicas da Petz. Essa integração é um grande diferencial, que possibilita uma operação de baixo custo e baixo nível de estoque, garantindo maior competitividade”, explica Maia.

Além do e-commerce atender consumidores onde a empresa não tem unidade física, a operação integrada permite várias opções de serviços ao cliente, que pode comprar no site e receber em casa ou retirar as mercadorias em lojas. Atualmente são mais de cinco mil itens à venda na loja virtual com algumas lojas já servindo também como ponto de retirada de mercadorias.

Serviços

O prazo de entrega padrão para receber o produto em casa gira em torno de 3 dias úteis em São Paulo, sendo que o cliente já tem opção de receber no mesmo dia, dependendo da região e disponibilidade de estoque. O consumidor pode também comprar pelo site e retirar o produto na loja, com desconto de 5%. “Por enquanto, a opção de retirada está disponível nas unidades da Marginal Tietê, Center Norte, Itaim e Bandeirantes. O serviço será expandido para outras unidades até o fim do ano”, afirma o diretor de e-commerce da Petz.

A venda programada, através do clube de assinatura, é uma das modalidades que mais crescem. O cliente entra no site, faz uma assinatura, como a de jornais e revistas, e passa a receber periodicamente o produto em casa, com 10% de desconto. Outro benefício é o frete grátis a partir de um determinado valor de compra. O benefício varia de acordo com o Estado e já está disponível em todos os Estados onde a Petz possui lojas físicas.

Para lojas menores, como a do shopping Center Norte, estão sendo instalados totens para compra online. Caso o cliente não encontre algum produto, ele pode encomendar o produto e buscar no dia seguinte, com 5% de desconto, ou receber no mesmo dia em casa, sem custo de frete. Ainda no Shopping Center Norte, existe um quiosque para o cliente fazer assinatura. “Mesmo que não tenha internet em casa ou não queira utilizar seu pacote de dados, a pessoa consegue obter o serviço de omnichanel oferecido pela Petz, que integra o virtual com o mundo físico”, explica Maia.

Outra novidade para este ano é um aplicativo que, além de vendas, possibilitará interações com o consumidor. Por exemplo, o usuário poderá postar um passeio com o seu pet para as pessoas acompanharem através das redes sociais.

Mercado pet

O mercado pet é um dos segmentos do varejo que mesmo com a crise se manteve em alta. No Brasil, o setor faturou R$ 18,9 bilhões, com crescimento de 4,9%, em 2016. Na Petz, esse crescimento foi muito maior. A rede teve aumento de 31%, com faturamento de R$ 500 milhões. Neste ano, com investimento de R$ 80 milhões, a empresa deverá crescer 50% e chegar a R$ 750 milhões de faturamento, com um total de 64 lojas, criando 500 vagas de empregos diretos.

128 Total Views 1 Views Today
Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias